cresol mobile

14.08.2020 às 14:50h - atualizado em 14.08.2020 às 17:55h - Saúde

DISPEPSIA FUNCIONAL: “Má Digestão” ou “Gastrite Nervosa”

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

DISPEPSIA FUNCIONAL: “Má Digestão” ou “Gastrite Nervosa”
Gisele Vizzotto – Jornalista Profissional

Continua depois da publicidade

A Dispepsia é um conjunto de sintomas comuns a vários diagnósticos de patologias digestivas. Os Sintomas Dispépticos ocorrem em 25% da população anualmente, correspondendo à queixa mais prevalente nos consultórios de Gastroenterologia.

Entre as pessoas que apresentam Dispepsia, apenas 25% terão uma causa orgânica identificada para justiçar os sintomas. Os outros 75%, ou seja, a grande maioria, serão portadores de Dispepsia Funcional, quando os sintomas acontecem por mau funcionamento do aparelho digestivo superior sem fator orgânico ou estrutural associado.

Para a definição diagnóstica se a Dispepsia está relacionada à causa orgânica mais importante ou grave ou trata-se de Dispepsia Funcional, é necessária uma investigação clínica, laboratorial e através de exames complementares onde a Endoscopia Digestiva tem papel fundamental e, por vezes, indispensável. Através da Endoscopia Digestiva podem-se excluir gastrites graves, lesões malignas ou pré-malignas, Doença do Refluxo e a presença da bactéria Helicobacter pylori.

Entende-se por Dispepsia ou Sintomas Dispépticos:

  • plenitude pós-prandial; aquela sensação de ter ingerido um absurdo e volumoso banquete mesmo após ter comido apenas três colheres de arroz ou um inocente copo de suco.
  • saciedade precoce; mal começa a refeição e já surge uma sensação de peso abdominal e satisfação incompatível com o volume ingerido.
  • dor ou queimação epigástrica; a famosa dor na “boca do estômago”
  • náuseas, vômitos, “queimação” ou azia;embora mais vistos na Doença do Refluxo e não tão frequentes na Dispepsia, estes sintomas podem surgir em pacientes dispépticos.

A Dispepsia Funcional tem comprovados fatores genéticos envolvidos, ou seja, a pessoa nasce com predisposição para desenvolver a doença. Os portadores de Dispepsia apresentam alteração e lentidão do esvaziamento gastroduodenal, hipersensibilidade das vísceras e até alterações da microbiota intestinal.

O tratamento envolve uma abordagem multifatorial com medicamentos que inibam a produção do ácido clorídrico, medicamentos que auxiliem na motilidade digestiva e, por vezes, antidepressivos que atuem na hipersensibilidade visceral superior. O controle e cuidados alimentares são fatores preponderantes para a melhora dos sintomas e manutenção de períodos sem crises. Hábitos de vida saudáveis e atividade física regular sempre serão incentivados pelo Gastroenterologista.

A infecção pelo Helicobacter pylori, embora não seja causa exclusiva ou determinante da Dispepsia, quando tratada e erradicada a bactéria observa-se significativa melhora dos sintomas. Todos os pacientes com queixas dispépticas devem ser testados e tratados para Helicobacter pylori.

Sendo uma doença crônica, a Dispepsia Funcional pode ser controlada, mas não curada. As crises, embora às vezes esporádicas, recorrem ao longo da vida do paciente tornando-se de suma importância a avaliação e, sobretudo acompanhamento com o médico Gastroenterologista.

Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste
Débora Campello Médica (CRMSC 12962) | Gastroenterologista (RQE 7124) | Hepatologista (RQE 15575) | Clínica Médica (RQE 6302)
Diretora técnica - Katia Bugs – médica - CRM 10375 – Nefrologista - RQE 5333

Matérias relacionadas:

> Afogamento é a segunda causa de morte entre crianças de 1 a 9 anos

> Doe sangue e salve vidas

> A dependência de duas drogas lícitas: álcool e cigarro

> Hospital Regional discute a Importância da Prevenção

> Reeducação alimentar controla a pressão arterial e evita o uso de medicamentos

> Diagnóstico precoce do câncer de mama permite alto índice de cura

> Doença Cardiovascular: Vida saudável ajuda a prevenir infartos

> Atividade física e alimentação adequada auxiliam a prevenir a obesidade

> Mudanças de hábitos diminuem a probabilidade e consequências do câncer de próstata

> Acompanhamento médico regular e vida saudável visam controlar o diabetes

> A importância da prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis

> Uso racional de medicamentos: os riscos da automedicação

> Viva Bem - Sucesso no aleitamento materno exclusivo

> Um novo olhar sobre a prevenção

> Programa Viva Bem do Hospital Regional: Cuide da sua coluna

> Aspectos ortopédicos e traumatológicos

> Depressão e outras doenças psicológicas: o sofrimento em ascensão

> Calor pode aumentar número de acidentes com lagartas venenosas

> Benefícios de uma alimentação saudável

> Programa de Saúde Preventiva: Viva Bem

> A Mulher e a Doença Renal - Incluir, Valorizar, Capacitar

> Comprometimento e atenção podem evitar acidentes de trabalho

> A importância do pré-natal para a mãe e o bebê

> Movimento Abril Verde alerta sobre riscos de acidentes de trabalho

> A importância da Higienização das mãos

> Prevenção de quedas na terceira idade

> VIVA BEM: Doenças relacionadas ao trabalho

> Educação Postural: Conheça seus benefícios

> Dicas para prevenir as doenças de inverno

> Inserindo hábitos conscientes e de preservação do meio ambiente em nossa rotina

> 28 de julho - Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais

> Hipertensão: a importância de conhecer, prevenir e controlar

> VÍDEO: VIVA BEM ? Agosto Dourado

> SETEMBRO AMARELO: a dor silenciosa

> VIVA BEM: Prevenção de Quedas de Idosos

> VIVA BEM: Saiba como ser um Doador de Órgãos e Tecidos

> Vacinação: Uma das melhores formas de Prevenir Doenças

> VÍDEO: Outubro Rosa, Previna-se

> Alcoolismo e Tabagismo: dependências que geram problemas de saúde

> Disfagia: entenda a dificuldade de engolir alimentos

> VÍDEO: VIVA BEM; Dezembro Vermelho

> VIVA BEM: cuidando da sua saúde

> JANEIRO BRANCO: Quem cuida da mente, cuida da vida

> VÍDEO: Não faça do seu veículo uma arma!

> VIVA BEM: Câncer tem prevenção!

> Dependência química: Tudo o que você precisa saber

> VIVA BEM: Cuidados na gestação

> VIVA-BEM: Saúde dos Rins para todos

> VIVA-BEM: Saúde da boca: tenha um sorriso bonito e saudável

> VIVA BEM: Os benefícios da atividade física para idosos

> Saiba como higienizar a boca de bebês e crianças de até 5 anos

> VÍDEO: Pratique ginástica laboral/alongamentos

> VIVA BEM: Higienização das mãos salva vidas

> Fumar na gravidez: riscos que o cigarro pode trazer

> Maio Verde: Glaucoma, conheça a doença que pode provocar cegueira

> VIVA BEM: Violência contra a mulher

> VIVA BEM: Alimentação saudável, saúde e nutrição

> Saiba como prevenir as doenças respiratórias no inverno

> VIVA BEM: Cuide-se: Previna Acidentes de Trabalho

> VIVA BEM: Pneumonia na Infância

> VÍDEO: Hepatites virais é o assunto do Viva Bem

> VIVA BEM: Amamentação, alimente a vida

> VIVA BEM: Esclerose Múltipla

> Doenças cardiovasculares: viva mais cuidando da sua saúde

> VIVA BEM: Um mal do rim, a hipertensão

> VIVA BEM: Doar órgãos é doar vida

> VIVA BEM: Outubro, mês de alerta para doenças reumáticas

> Você sabe quando procurar o Pronto Socorro de um Hospital?

> Câncer de Próstata: diagnóstico precoce aumenta em 95% a chance de cura

> VIVA BEM: Diabetes na infância

> VÍDEO: Depressão: saiba como evitar o mal do século

> VIVA BEM: Você sabe a diferença entre Aids e HIV?

> Obesidade: Hábitos alimentares e atividade física

> Quais as principais orientações para realizar seus exames de sangue?

> VÍDEO: Conheça os perigos da automedicação

> Veja algumas curiosidades sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis

> VIVA BEM: Prevenção do câncer

> Hipertensão Arterial: Saiba mais sobre a doença e como prevenir

> VIVA BEM: É exame de rotina? Peça a creatinina!

> Coronavírus: Quando procurar atendimento médico?

> VIVA-BEM: Covid-19: Previna-se higienizando suas mãos

> VIVA BEM: O profissional de saúde em tempos de Covid19

> Infecções por coronavírus em crianças: o que sabemos até agora?

> CORONAVÍRUS: Cuidados ao sair e ao voltar para casa

> Cuidados especiais para pacientes oncológicos em tempo de COVID-19

> VÍDEO: Primeiros Cuidados Psicológicos em tempos de Coronavírus

> VIVA BEM: Alimentação e imunidade

> VIVA BEM: Proteja o ambiente de trabalho do coronavírus

> VIVA BEM: Doação de Sangue em tempos de coronavírus

> VIVA BEM: Seu maior amor guardado no peito e protegido na cadeirinha

> VIVA BEM: Covid-19 e gestação

> VIVA BEM: A qualidade do ar na prevenção do Coronavírus

> VÍDEO: Armazenar álcool em gel no carro é seguro?

Fonte: Gisele Vizzotto – Jornalista Profissional

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.