02.10.2017 às 15:10h - atualizado em 03.10.2017 às 08:24h - Saúde

Mudanças de hábitos diminuem a probabilidade e consequências do câncer de próstata

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

Mudanças de hábitos diminuem a probabilidade e consequências do câncer de próstata
Divulgação / Portal Peperi

Continua depois da publicidade

O câncer de próstata é um dos principais cânceres entre os homens. No Brasil, em 2016, foram identificados aproximadamente 61 mil novos casos, correspondendo à 25% de todos os tumores diagnosticados. Deste total, cerca de 8 mil pacientes morrem por ano.

Os fatores de risco principais para o desenvolvimento da doença são: dieta rica em carne vermelha;l, tabagismo, histórico familiar, idade, devido ao tempo de exposição da próstata aos hormônios masculinos, etnia e genética, principalmente em famílias com mutação do Gene BRCA 1 e 2, entre outros.

O rastreio precoce do Câncer de Próstata pode ser realizado a partir do exame de sangue (PSA - Antígeno Prostático Específico). Caso se opte pelo rastreio, o exame deverá ser realizado com uma periodicidade de 2 a 4 anos, dependendo do perfil do paciente.

Outro exame indicado é o Toque Retal, realizado para pacientes com idade a partir de 50 anos. O exame de toque não é recomendado para o rastreio. Do ponto de vista prático, cabe ao médico, seja o clínico de confiança, urologista ou oncologista, estimar os fatores de risco, sintomas relacionados à próstata, e discutir com o paciente sobre a realização do Rastreio Precoce.

De maneira geral, essa conversa deve iniciar aos 50 anos com a população masculina. Aos 45 anos com pacientes considerados de alto risco, como com história familiar positiva e famílias com mutação do Gene BRCA. Inicialmente a associação PSA + Toque Retal foi considerada ideal por vários consensos.

Diante disso, alguns cuidados podem diminuir a probabilidade do câncer de próstata, através de hábitos de vida saudáveis, como alimentação equilibrada, práticas de atividades físicas e a inibição do uso de drogas licitas. Evite também o agravamento da doença realizando diagnóstico precocemente, diminuindo os possíveis reflexos na qualidade de vida.

Dr. Vinicius Negri Dall’Inha

Cirurgião Oncológico e Geral

Cremesc 15.904 – RQE 13771 / 13770

- Matérias relacionadas:

> A dependência de duas drogas lícitas: álcool e cigarro

> Hospital Regional discute a Importância da Prevenção

> Reeducação alimentar controla a pressão arterial e evita o uso de medicamentos

> Diagnóstico precoce do câncer de mama permite alto índice de cura

> Doença Cardiovascular: Vida saudável ajuda a prevenir infartos

> Atividade física e alimentação adequada auxiliam a prevenir a obesidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.