23.04.2018 às 15:04h - atualizado em 23.04.2018 às 15:05h - Saúde

Movimento Abril Verde alerta sobre riscos de acidentes de trabalho

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

Atualmente possuímos datas ou meses de conscientização ou que promovam campanhas relacionadas aos mais diversos temos de saúde, e não poderia faltar um mês dedicado a um assunto tão importante e tão presente atualmente: os acidentes e doenças que acontecem em decorrência do trabalho. E este mês é o mês dedicado a esse assunto, chamando de abril verde.

Iniciado em 2014, o movimento tem o objetivo de reduzir os acidentes de trabalho e os agravos à saúde do trabalhador, além de mobilizar a sociedade para a prevenção das doenças que podem ocorrer no ambiente de trabalho.

No dia 28 de abril, pessoas de todo o mundo celebram o “Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho”. A data foi instituída por iniciativas de sindicatos canadenses e escolhida em razão de um acidente que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 1969. No Brasil, em maio de 2005, foi promulgada a Lei No. 11.121, criando o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

Mas a final, precisamos realmente de um mês para isso? Alguns números dirão que sim, e precisamos muito:

  • Somente nos primeiros três meses de 2018, 585 pessoas morreram por causas relacionadas à atividade laboral no Brasil.
  • Santa Catarina registrou em 2017, 46 mil acidentes laborais (1 acidente estimado a cada 20 min) e 154 mortes (1 morte em acidente estimada a cada 3 dias)
  • O Estado Catarinense é o segundo no ranking em relação há dias de trabalho perdidos pelos mesmos motivos: 30,7 milhões.
  • Entre as 100 cidades brasileiras com mais afastamentos acidentários, 10 são Catarinenses.
  • A cada 5 horas, uma pessoa fica inválida em SC, vítima de acidente de trabalho.
  • Em SC, 25.249 CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) foram registradas no período de 2017.

O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, apoia o abril verde, pois apoiar esta iniciativa é acreditar que se pode fazer mais por um trabalho saudável e sem acidentes para todos.

André Zanella Back
Supervisor de Segurança do Trabalho do Hospital Regional

Terezinha Gaio Basso

- Matérias relacionadas:

> A dependência de duas drogas lícitas: álcool e cigarro

> Hospital Regional discute a Importância da Prevenção

> Reeducação alimentar controla a pressão arterial e evita o uso de medicamentos

> Diagnóstico precoce do câncer de mama permite alto índice de cura

> Doença Cardiovascular: Vida saudável ajuda a prevenir infartos

> Atividade física e alimentação adequada auxiliam a prevenir a obesidade

> Mudanças de hábitos diminuem a probabilidade e consequências do câncer de próstata

> Acompanhamento médico regular e vida saudável visam controlar o diabetes

> A importância da prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis

> Uso racional de medicamentos: os riscos da automedicação

> Viva Bem - Sucesso no aleitamento materno exclusivo

> Um novo olhar sobre a prevenção

> Programa Viva Bem do Hospital Regional: Cuide da sua coluna

> Aspectos ortopédicos e traumatológicos

> Depressão e outras doenças psicológicas: o sofrimento em ascensão

> Calor pode aumentar número de acidentes com lagartas venenosas

> Benefícios de uma alimentação saudável

> Programa de Saúde Preventiva: Viva Bem

> A Mulher e a Doença Renal - Incluir, Valorizar, Capacitar

> Comprometimento e atenção podem evitar acidentes de trabalho

> A importância do pré-natal para a mãe e o bebê

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.