Publicidade

30.07.2018 às 14:27h - atualizado em 31.07.2018 às 06:34h - Política

Presidente da Facisc faz duras críticas a classe política e ao judiciário

Diógenes Di Domenico

Por: Diógenes Di Domenico Itapiranga - SC

Continua depois da publicidade

Presidente da Facisc faz duras críticas a classe política e ao judiciário

Continua depois da publicidade

Jonny Zulauf, presidente da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina visitou municípios da microrregião no fim de semana e manteve contato com empresários.

Em entrevista à Rádio Itapiranga na sexta-feira, 27, ele destacou que coordena a Facisc a qual representa 146 associações empresarias e exige fazer contado na sua base colhendo informações para aprimorar a representação no Estado.

Zulauf destaca as dificuldades impostas pelo executivo nacional, considerado por ele, refém das suas próprias mazelas, além do problema do congresso que representa uma página negra contaminado por interesses particulares.

O presidente da Facisc critica também o judiciário, afirmando que não é possível ter segurança jurídica e tranquilidade nos direitos condicionais do cidadão.

Jonny Zulauf cita como exemplo do desperdício do dinheiro público, a criação de 462 cargos novos no Judiciário em momento que o Estado não consegue honrar seus compromissos atuais.

Para Zulauf isso causa revolta e indignação em diversos setores que sofrem com os efeitos da crise no Governo Estadual. Conforme o presidente da Facisc, os cargos são indicados e apadrinhados gerando gasto extra de R$ 60 milhões por ano com o Poder Judiciário. Segundo ele, a Assembleia Legislativa também segue a linha do desmando do dinheiro público pelo alto custo que representa.

De acordo com ele a falta de infraestrutura prejudica o desenvolvimento do Extremo Oeste. Cita as associações empresariais da região como exemplos de organização, no entanto sofrem com a falta de investimentos públicos.

Zulauf critica a falta de infraestrutura nos portos, fronteira, ferrovias e principalmente problemas nas rodovias prejudicando o investimento e o desenvolvimento da região.

Conforme o presidente da Facisc, as condições das rodovias estaduais e federais no Oeste de Santa Catarina são inaceitáveis e muitas empresas deixam de investir na região. Jonny Zulauf diz que a Federação busca com o associativismo o fortalecimento da indústria, comércio, prestação de serviços, agronegócio e turismo.

A Facisc reúne mais de 34 mil empresas distribuídas em toda Santa Catarina, por intermédio de suas 146 Associações Empresariais.

Ouça a entrevista completa

Continua depois da publicidade

Foto(s): Assemit

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.