cresol mobile

30.04.2020 às 07:03h - atualizado em 30.04.2020 às 07:05h - Geral

Preços dos ovos aumentam quase 40% em SC segundo Cepa/Epagri

João Bresolin

Por: João Bresolin São Miguel do Oeste - SC

Preços dos ovos aumentam quase 40% em SC segundo Cepa/Epagri
Divulgação

Continua depois da publicidade

O Centro de Planejamento Agrícola e Socioeconomia da Epagri divulgou um levantamento onde aponta um aumento de quase 40% no preço dos ovos em Santa Catarina. De acordo com os dados, os ovos brancos aumentaram 37% em um ano e, os ovos vermelhos, 35,6%.

Em abril de 2019 a caixa de ovos brancos grandes com 30 dúzias estava em R$ 109,13, no atacado. Agora está 152,00. Nos ovos vermelhos o aumento foi de R$ 124,75 para R$ 172,33.

Em Chapecó, por exemplo, a média da dúzia de ovos estava em R$ 7,92 no início de abril, segundo levantamento do custo da Cesta e do Cesto Básico da Unochapecó, em parceira com o Sicom. O preço teve um aumento de 8% em relação a março e 33% em relação ao ano passado.

De acordo com o analista do setor de proteína animal do Cepa/Epagri, Alexandre Giehl, houve um aumento de 7,7% nas três primeiras semanas de abril.

Conforme ele, os preços já haviam registrado uma variação positiva significativa no último trimestre de 2019, principalmente por conta do aumento nos preços das carnes, que faz muita gente substituir a carne por ovos.

Segundo ele, mesmo antes da pandemia, os preços já haviam subido significativamente em 2020. Em fevereiro, registrou-se uma alta de 15,5%. Em março, os preços continuaram subindo, acredito que já com alguma influência da pandemia. A média de março foi 19,0% superior a fevereiro. Em abril, os preços continuaram subindo, mas houve uma desaceleração no ritmo de alta.

Alexandre Giehl lembrou que no início do período de isolamento social, houve um pico de demanda, pois muitos consumidores procuraram fazer estoques domésticos. Ele também avaliou que a posterior desaceleração no ritmo de alta tenha se dado, principalmente, em função do fechamento de alguns estabelecimentos que são grandes demandantes, como é o caso dos restaurantes.

O vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado de Santa Catarina, Enori Barbieri, disse que outro fator que está contribuindo para o aumento do preço dos ovos é o aumento no custo de produção. O milho, que estava a R$ 30 a saca há um ano, agora está em R$ 41. E a soja, que estava em R$ 68 em abril do ano passado, agora está em R$ 89 para o produtor e chegou a R$ 112 nos portos.

Barbieri disse que a ração ficou mais cara para o produtor e houve um aumento no consumo de ovos devido a uma queda de renda da população. Ele destacou também que salário está defasado e há milhões de desempregados no país.

O consumo de ovos no Brasil já vinha aumentando nos últimos anos. De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal o consumo subiu 9% no ano passado, passando de 212 ovos per capita/ano para 230 ovos per capita/ano no Brasil. Cada brasileiro consome quase um ovo por dia, contando todos os alimentos em que o ovo é um dos ingredientes.

Fonte: NSC

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.