Publicidade

29.09.2018 às 08:28h - atualizado em 29.09.2018 às 10:00h - Economia

Desfavoráveis condições hidrológicas são a causa da tarifa mais alta na energia elétrica

Rudinei Heinle

Por: Rudinei Heinle São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Desfavoráveis condições hidrológicas são a causa da tarifa mais alta na energia elétrica
Divulgação / Internet

Continua depois da publicidade

A informação é da Aneel. A Agência Nacional de Energia Elétrica informou que vai manter, em outubro, a cobrança extra na conta de luz no patamar mais alto. Desde junho as contas de luz estão na bandeira vermelha patamar 2, o que acarreta cobrança extra de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Segundo a agência, a cobrança será mantida porque ainda são desfavoráveis as condições hidrológicas e por causa da queda no nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Nos quatro primeiros meses do ano vigorou a bandeira verde, sem cobrança extra na conta de luz. Em maio vigorou a bandeira tarifária amarela, em que há adicional de R$ 1 na conta de energia do consumidor a cada 100 kWh consumidos.

Em junho, quando decidiu adotar a bandeira vermelha no patamar 2, a Aneel disse que a decisão foi tomada em razão do fim do período chuvoso e da redução no volume dos reservatórios das usinas hidrelétricas.

Fonte: ClicRDC

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.