29.09.2018 às 08:28h - atualizado em 29.09.2018 às 10:00h - Economia

Desfavoráveis condições hidrológicas são a causa da tarifa mais alta na energia elétrica

Rudinei Heinle

Por: Rudinei Heinle São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Desfavoráveis condições hidrológicas são a causa da tarifa mais alta na energia elétrica
Divulgação / Internet

A informação é da Aneel. A Agência Nacional de Energia Elétrica informou que vai manter, em outubro, a cobrança extra na conta de luz no patamar mais alto. Desde junho as contas de luz estão na bandeira vermelha patamar 2, o que acarreta cobrança extra de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Segundo a agência, a cobrança será mantida porque ainda são desfavoráveis as condições hidrológicas e por causa da queda no nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Nos quatro primeiros meses do ano vigorou a bandeira verde, sem cobrança extra na conta de luz. Em maio vigorou a bandeira tarifária amarela, em que há adicional de R$ 1 na conta de energia do consumidor a cada 100 kWh consumidos.

Em junho, quando decidiu adotar a bandeira vermelha no patamar 2, a Aneel disse que a decisão foi tomada em razão do fim do período chuvoso e da redução no volume dos reservatórios das usinas hidrelétricas.

Fonte: ClicRDC

Continua depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.