cresol mobile

29.07.2020 às 14:41h - atualizado em 29.07.2020 às 16:21h - Cultura

São João do Oeste desenvolve projeto de resgate histórico e cultural

Anderson Luís

Por: Anderson Luís Itapiranga - SC

São João do Oeste desenvolve projeto de resgate histórico e cultural

Continua depois da publicidade

Uma comissão foi formada por membros da comunidade para mobilizar a população. O projeto ocorre em parceria com museu, Conselho Municipal de Turismo e o departamento de Indústria, Comércio e Turismo da prefeitura. Conforme o professor de história, Douglas Franzen, o projeto "Fotos com História" está sendo elaborado há várias semanas e durante o mês de agosto será colocado em prática.

Destaca que as pessoas que possuem registros sobre diferentes épocas do município e temas variados, podem contribuir para o resgate histórico de São João do Oeste. As fotos antigas devem ser levadas ao museu do município para serem digitalizadas e devolvidas aos donos. Ressalta que não é intenção ficar com as fotografias, mas apenas ter um registro para o trabalho que está sendo realizado.

O professor chama atenção para a importância de preservar a história do município e organizar de forma digital momentos que foram eternizados no passado. A casa da cultura do município vai ser o centro de coleta destes registros. De acordo com Douglas, o projeto também visa fomentar o turismo cultural em São João do Oeste que ganha força em várias temáticas germânicas e o trabalho com fotos históricas vai contribuir.

Salienta que o turismo cultural cresce na região, motivado pelo interesse das pessoas em conhecerem o cotidiano, a culinária e a forma de trabalho na cidade e interior. Ele elogia a riqueza da cultura preservada pelos corais, grupos de danças e a identidade cultural da rotina diária. O professor avalia que muitas fotografias que não recebem a devida atenção podem ser registros importantes sobre a colonização e outros aspectos do município.

De acordo com o professor, é preciso que as pessoas valorizem a cultura, as comunidades e os grupos culturais. Aponta os municípios da microrregião com grande potencial também na culinária germânica e São João do Oeste procura preservar aspectos simples e importantes. Ele cita como exemplo a prática de fazer cuca, um conhecimento histórico e que não pode se perder e que tem grande importância para a cultura e o turismo.

A prioridade é desenvolver o projeto durante o mês de agosto para garantir acervo que possibilite a produção de vídeo a partir das fotografias. Douglas Franzen ressalta que a coleta destes registros prossegue e não tem prazo estabelecido para encerrar. Segundo o professor, a cultura local é muito rica pela colonização germânica e precisa ser preservada.

Foto(s): saojoao.sc.gov.br

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.