29.05.2018 às 15:15h - atualizado em 29.05.2018 às 15:16h - Greve

Não há dinheiro para baixar gás de cozinha e gasolina, diz ministro

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

Não há dinheiro para baixar gás de cozinha e gasolina, diz ministro
Divulgação / G1

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse nesta terça-feira, 29, que o governo não tem recursos orçamentários para baixar a tributação sobre a gasolina e sobre o gás de cozinha, como está propondo fazer com o diesel.

No domingo, 27, o presidente Michel Temer anunciou novas medidas para tentar pôr fim à greve dos caminhoneiros, que chegou ao nono dia. Entre elas está a redução de R$ 0,46 no valor do litro de diesel.

A estimativa do governo é que esse subsídio vai custar R$ 9,5 bilhões aos cofres públicos. Ou seja, o governo vai usar dinheiro público para manter o diesel mais barato. Além disso, para compensar a perda de arrecadação com a redução da Cide e do PIS-Cofins, o governo vai eliminar incentivos fiscais.

LEIA:

"Sobre gasolina e gás de cozinha, isto [cortar impostos] não está na nossa discussão", afirmou Guardia durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal.

Mais cedo nesta terça-feira, o ministro da Fazenda afirmou que o governo descartou a possibilidade de aumento de tributos para compensar a redução da Cide e do PIS-Cofins sobre o diesel.

Guardia observou que Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) prevê que "qualquer redução de impostos, à exceção de regulatórios", "exige compensação no mesmo exercício financeiro", ou seja, em 2018.

Fonte: G1

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.