28.12.2019 às 07:13h - atualizado em 28.12.2019 às 10:41h - São Miguel do Oeste

São Miguel do Oeste fecha 2019 com quase 700 focos do mosquito da Dengue

João Bresolin

Por: João Bresolin São Miguel do Oeste - SC

São Miguel do Oeste fecha 2019 com quase 700 focos do mosquito da Dengue

Continua depois da publicidade

O município de São Miguel do Oeste está fechando o ano de 2019 com quase 700 focos do mosquito da Dengue. A informação é do coordenador da equipe de combate à Dengue da secretaria de Saúde, Célio Silva.

De acordo com ele, ao todo, foram registrados nesses 12 meses do ano, 695 focos do mosquito transmissor da doença. Conforme ele, esse número já é oficial, visto que a equipe praticamente já encerrou os trabalhos. Segundo Silva, os ciclos de tratamento e os ciclos de armadilha já foram finalizados, restando agora apenas a ação de revisão de área nos últimos dias do ano.

Célio Silva afirmou que o número de focos da Dengue encontrados ao longo de 2019 superou a marca de 2018 em São Miguel do Oeste. O profissional destacou que no ano passado foram 524 focos encontrados, 171 a menos que neste ano. Ele também lembrou que ao longo de todo o ano duas pessoas acabaram contraindo a doença.

Ele atribuiu o expressivo número de focos ao descaso da população. Silva disse que a população não está preocupada e por isso o município está fechando o ano com quase 700 focos.

O profissional comentou que se também fossem contabilizados os focos encontrados nas residências de São Miguel do Oeste o município fecharia o ano com mais de 900 focos da doença. Ele revelou que os 695 focos foram encontrados apenas nas armadilhas e pontos estratégicos espalhados pela cidade, deixando de lado dessa forma as residências e comércio em geral.

Silva ressaltou que se a população não colaborar 2020 será novamente um ano marcado pelo alto índice de focos no município.

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.