27.12.2017 às 10:04h - atualizado em 27.12.2017 às 10:10h - Geral

Custo para produção de suínos e aves cresce 2,05% e preocupa produtores

João Bresolin

Por: João Bresolin São Miguel do Oeste - SC

Custo para produção de suínos e aves cresce 2,05% e preocupa produtores

O crescimento do custo de produção de suínos e aves neste final de ano preocupa os criadores. De acordo com dados a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa de Concórdia, somente em novembro houve um acréscimo de 2,05% para a criação de suínos, que passou de R$ 3,41 para R$ 3,48 por quilo.

O custo de produção está praticamente o mesmo do valor que é pago pelas agroindústrias, que é de R$ 3 e R$ 3,1 por quilo, chegando a R$ 3,3 a R$ 3,4 com a bonificação de 10% pela qualidade de carcaça. No frango o acréscimo foi de 0,73%, no custo de produção, passando de R$ 2,37 e R$ 2,38.

O analista de socieconomia da Embrapa Suínos e Aves, Ari Jarbas Sandi, disse que o principal impacto no aumento dos custos é a recuperação dos preços de milho e soja. No frango a influência foi menor porque o preço é do Paraná, onde há mais oferta do cereal, enquanto que o preço suíno tem como referência Santa Catarina.

De acordo com levantamento do engenheiro agrônomo Haroldo Tavares Elias, do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri, o valor da saca de milho de 60 quilos pago ao produtor passou de R$ 21 em julho para R$ 26,9 em novembro, num acréscimo de 27%.

O presidente da Associação Catarinense dos Criadores de Suínos, Losivânio de Lorenzi, já demonstrou preocupação com a retomada do aumento de custos sem reação do preço pago ao produtor. Isso também preocupa em relação ao consumidor. Em 2017 o consumo cresceu 2%, mas não recuperou a queda de 4,9% do ano passado. A previsão é de recuperação no consumo mas que pode ser inibido se o preço aumentar.

Fonte: Darci Debona/NSC Total

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.