Publicidade

27.09.2018 às 09:49h - atualizado em 27.09.2018 às 10:06h - Justiça

Cerca de 125 mil catarinenses têm seus títulos cancelados

João Bresolin

Por: João Bresolin São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Cerca de 125 mil catarinenses têm seus títulos cancelados

Continua depois da publicidade

O Supremo Tribunal Federal decidiu na noite dequarta-feira, 26, por 7 votos a 2, rejeitar o pedido de liminar feito pelo Partido Socialista Brasileiro, PSB, para evitar o cancelamento dos títulos de eleitores que não realizaram o cadastramento por biometria nas localidades escolhidas pela Justiça Eleitoral para utilizar o sistema de identificação pela digital.

Cerca de 3,3 milhões de eleitores não vão votar nestas eleições porque não compareceram aos cartórios eleitorais nos municípios em que houve o recadastramento para identificação biométrica.

Em Santa Catarina, foram 125.185 mil títulos cancelados entre 2016 e 2018.

Na ação, o PSB alegou que são inconstitucionais as resoluções do TSE que disciplinaram o cancelamento do título como penalidade ao eleitor que não realizou o cadastro biométrico obrigatório dentro do prazo porque resultaram no indevido cerceamento do direito de votar.

O PT e o PCdoB também participaram do processo e, segundo as legendas, o maior número de eleitores que não poderão votar está no Nordeste.

Para os partidos, a maioria dos títulos cancelados é de cidadãos humildes que não tiveram acesso à informação para cumprir a formalidade.

A data limite para cadastramento e atualização foi 9 de maio.

De acordo com o TSE, 60.173 mil catarinenses acertaram a situação eleitoral para este pleito.

Fonte: DC

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.