Publicidade

27.05.2018 às 08:22h - atualizado em 28.05.2018 às 13:04h - Greve

PF abriu 37 inquéritos para investigar apoio criminoso à greve dos caminhoneiros

Marcos de Lima

Por: Marcos de Lima São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

PF abriu 37 inquéritos para investigar apoio criminoso à greve dos caminhoneiros
Divulgação / Portal Peperi

Continua depois da publicidade

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, informou que a Polícia Federal abriu 37 inquéritos para investigar a prática de locaute – quando empresários de um setor contribuem, incentivam ou orientam a paralisação de seus empregados – durante a greve dos caminhoneiros. Em coletiva na noite deste sábado, 26, em Brasília, o ministro disse que mandados de prisão já foram expedidos, mas não confirmou se as ordens foram cumpridas.

— Temos informações do apoio criminoso de proprietários e patrões de empresas transportadoras e distribuidoras (à greve), que, podem ter certeza, vão pagar por isso.

Também presente à coletiva, o ministro Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional) destacou que o governo conseguiu avanços neste sábado para amenizar os reflexos da greve nos aeroportos e nos centros de distribuições de combustíveis, dois dos focos elencados pelo Planalto.

Segundo ele, cerca de 50% das estradas já foram totalmente liberadas. No Estado de São Paulo, a liberação está em 97%.

Jungmann disse que, até o início da noite deste sábado, a Polícia Rodoviária Federal já havia aplicado 400 autos de infração, somando R$ 2 milhões em multas, em razão da greve – que chegou ao sexto dia. O ministro reafirmou ainda que o governo segue aberto ao diálogo.

Decreto de Temer

No começo da tarde deste sábado, o presidente Michel Temer assinou um decreto autorizando o poder público a requisitar "veículos particulares necessários ao transporte rodoviário de cargas consideradas essenciais".

Com a continuidade da greve, diversos serviços estão prejudicados em Santa Catarina. Os horários de ônibus seguem reduzidos em muitas cidades do Estado e há preocupação em garantir gasolina para operar ao longo do fim de semana. Aeroportos e escolas também foram afetados.

Em Santa Catarina, até o começo da noite deste sábado havia142 trechos com paralisações nas estradas - 70 em rodovias federais e 72 nas estaduais.

Fonte: Diário Catarinense

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

Advocacia Fávero
AL Contabilidade

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.