X DEBATE
Polícia

27.04.2018 às 11:46h - atualizado em 27.04.2018 às 14:09h - Polícia

Polícia Civil desarticula grupo criminoso com atuação na região

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

Polícia Civil desarticula grupo criminoso com atuação na região
Cristian Lösch / Portal Peperi

Na manhã desta sexta-feira, 27, a Polícia Civil realizou uma coletiva de imprensa na Sede da Delegacia Regional de Fronteira em São Miguel do Oeste.

Foi falado sobre a conclusão de um inquérito que desencadeou a Operação “OIAPOQUE/CHUÍ”. Foi desmantelado uma organização criminosa que atuava em sete estados.

As investigações foram coordenadas pela DIC/FRON de São Miguel. A Polícia apontou que a organização movimentou aproximadamente um milhão de reais.

As investigações tiveram início em Dezembro de 2017 depois de informações repassadas para a DIC. De acordo com o delegado Cleverson Muller que é o responsável pela Divisão de Investigação Criminal, a sede da quadrilha é em Cunha Porã e não tem ninguém de São Miguel envolvido. São oito carros que foram apreendidos na região e estão sob o poder do Judiciário, não se sabe se os carros vão voltar para as locadoras envolvidas ou se elas serão ressarcidas, bem como as pessoas que compraram os mesmos. Os automóveis foram comercializados pelo valor bem abaixo da tabela, cerca de R$ 10 à R$ 15 mil a menos. Cinco pessoas foram indiciadas e duas estão presas preventivamente. Todas já foram denunciadas pelo Ministério Público.

O Cleverson Muller ressalta que uma quantidade de Cocaína foi apreendida. A droga seria possivelmente duplicada e o valor passa de R$ 300 mil.

A Polícia Rodoviária Federal participou desde o início, com abordagem de veículos, fiscalização e identificações. A Peperi conversou com Rober Hoelscher, Policial Rodoviário Federal. Ele disse que a parceria foi fundamental porque a PRF está presente nas rodovias em diversos trechos da região onde a quadrilha atuou. Para finalizar ele disse, também, que não é de hoje que a PRF se une com a Civil para elucidar crimes na região e Brasil.

As pessoas que compraram os carros são vítimas, essa afirmação foi feita pelo Delegado Regional de Polícia Civil, Adrino Bini. Ele pediu para que as pessoas tomem cuidado com o preço, se ele tiver muito abaixo do valor normal. As pessoas devem ver as procedências e analisar cuidadosamente na hora de adquirir um carro.

Foto(s): Cristian Lösch / Portal Peperi

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.