26.03.2018 às 08:13h - atualizado em 26.03.2018 às 08:26h - Geral

Manifestantes prós e contra Lula entram em conflito na praça central e dois ficam feridos

Márcia Macoski

Por: Márcia Macoski Campo Erê - SC

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

Antes mesmo da passagem do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva em Francisco Beltrão, que está programada para esta segunda-feira, 26, manifestantes a favor e contrários à Lula estiveram no calçadão central durante a tarde deste domingo, 25.

Um grupo formado por integrantes do MBL - Movimento Brasil Livre e “Vem Pra Rua Beltrão” levaram faixas e cartazes pedindo à sua prisão, e logo em seguida integrantes do MST e de outros movimentos que apoiam o ex-presidente chegaram em dois ônibus e também compareceram ao local.

Policiais Militares do 21º Batalhão fizeram um cordão humano de isolamento para evitar confrontos, porém, alguns homens possivelmente da caravana de Lula teriam discutido com os beltronenses no local e disparos de balas de borracha de efeito moral serviram para conter uma confusão maior.

De acordo com a PM, “os ânimos dos manifestantes acabaram se exaltando e para evitar algum tipo de embate direto foi utilizado disparo de impacto controlado. Dois manifestantes acabaram feridos e foram encaminhados a Unidade de Pronto Atendimento.

Pouco depois do incidente, o grupo de homens voltou para os ônibus e saíram do local. Segundo integrantes do “Vem Pra Rua Beltrão”, um boneco Pixuleco de 17 metros deveria ser inflado no calçadão, mas os líderes do movimento foram orientados pela PM a desistir da ideia, pois isso poderia exaltar os ânimos daqueles que ali estavam e gerar confronto. Uma manifestação contrária a passagem da caravana está prevista para acontecer durante esta manhã no Parque Boa Vista, no Bairro Industrial.

O evento com o ex-presidente está confirmado para acontecer na praça central de Francisco Beltrão a partir das 10h. Segundo o PT já divulgou nas redes sociais, Lula deve se pronunciar no local por volta do meio dia, e depois viaja para Foz do Iguaçu para repetir o ato. Vários grupos nas redes sociais estão se movimentando para protestar contra a passagem de Lula no município, a exemplo do que aconteceu em vários municípios do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, por onde a caravana já passou.

A Polícia Militar orienta que a população que evite qualquer confronto, e um grande número do efetivo policial deve trabalhar durante o evento.

Fonte: PP News

Continua depois da publicidade

Nedel Celulares.
Advocacia Fávero
AL Contabilidade

Mais notícias

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.