Publicidade

26.02.2018 às 14:12h - atualizado em 26.02.2018 às 15:35h - Geral

Prefeitura de Iporã do Oeste divulga nota sobre reclamações do abastecimento de água da Casan

Joana Reichert

Por: Joana Reichert Iporã do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

Desde a última quinta-feira, 22, a Rádio Oeste tem recebido durante a sua programação diversas reclamações de ouvintes e moradores de Iporã do Oeste, relatando problemas no abastecimento de água que é de responsabilidade da Casan. Essas reclamações são frequentes, principalmente durante o verão.

O responsável pela unidade da Casan no município, Luiz Mickna, relatou que na sexta-feira, 23, e no sábado, 24, o abastecimento foi prejudicado em função de problemas elétricos na estação de Pirapó. As melhorias no sistema foram feitas no sábado pela manhã, e a previsão era que o abastecimento fosse normalizado durante o final de semana.

No domingo, 24, o abastecimento novamente foi comprometido, em função de um problema no conjunto moto bomba que entrou em curto circuito, e passava corrente para os dois conjuntos, inclusive no reserva.

Em função disso, a Casan está fazendo um rodízio no abastecimento para tentar reabastecer o mais rápido possível, e dentro da limitação da produção. Ainda hoje, a Casan prevê mais algumas melhorias no sistema.

A prefeitura, em nome do prefeito Lúcio Mallmann, divulgou uma nota justificando as tratativas que vem sendo feitas visando à solução definitiva do problema de falta de abastecimento de água em Iporã do Oeste.

Confira a nota de esclarecimento na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Iporã do Oeste – SC, diante de reiteradas manifestações dos munícipes Iporãoestinos, principalmente em mídias sociais, dando conta da recorrente falta de água nas residências, esta Administração, vem a público, esclarecer que:
A Administração Municipal, desde a transição de governo, iniciada logo após o resultado das eleições no mês de outubro de 2016, iniciou as tratativas com a CASAN bem como com demais autoridades do Poder Executivo e Legislativo Estadual e Federal, visando a solução definitiva do problema de falta de abastecimento de água em Iporã do Oeste – SC;
Cabe ressaltar, que por força do Convênio 010/2008, celebrado entre o Município e a CASAN, é de responsabilidade integral da Empresa, cabendo somente a ela, executar estudos, projetos e obras, objetivando equacionar e solucionar de forma satisfatória deficiências no abastecimento de água e esgotamento sanitário no Município de Iporã do Oeste, ficando o Município impedido de realizar investimentos, tendo em vista que por força do contrato este encargo é exclusivo da CASAN, que mesmo auferindo lucros milionários (R$ 28,374 milhões somente no ano de 2016), até o momento não direcionou nenhum investimento a Iporã do Oeste, como falsamente noticiado nas redes sociais, dando conta que a CASAN estaria disposta a investir o valor de 3,5 milhões de reais e ou que os canos visando a melhoria já estariam no Município, quando em verdade, sabe-se que a quantidade destes é insuficiente para a solução do problema;
É de conhecimento público e notório que o problema de abastecimento de água existe a mais de 08 anos, com épocas do ano em que se agrava, e mesmo assim, a CASAN nada ou pouco fez para que o problema fosse solucionado, ou ao menos, amenizado;
As cobranças por investimentos e melhorias por parte da Administração Municipal é constante e diário, de modo que inúmeras foram as soluções apontadas pela CASAN, sem, contudo, resultar em medidas efetivas, consistentes em investimentos em novas estruturas ou melhorias nas instalações já existentes;
Dessa forma, diante da inércia da CASAN e do agravamento do problema, no mês de dezembro de 2017 optou o Município por impetrar Mandado de Segurança face a CASAN, com o objetivo de obriga-la a suplementar a quantidade de água distribuída por meio de caminhões pipas, no intuito de aumentar a oferta de água tratada e amenizar o problema;
O pedido de urgência formulado pelo Município, foi negado pelo Poder Judiciário, ante o argumento, entre outros, de que o problema com o abastecimento de água de Iporã do Oeste perdura há mais de 08 anos;
Sabedores que o consumo de água é indispensável para atender as nossas necessidades mais básicas, e, portanto, reconhecendo a urgência na solução da questão, nos solidarizamos com cada um dos munícipes que sofrem com o problema que afeta parcela significativa da população.
Reforçamos o pedido para que todos os munícipes que sofrem como o problema de desabastecimento reportem o problema na ouvidoria no portal do município, criada especificamente para esta finalidade.
Por fim, o município de Iporã do Oeste reitera seu compromisso incessante na busca por uma solução definitiva do problema.

Iporã do Oeste – SC, em 26 de fevereiro de 2018.

LÚCIO MALLMANN
Prefeito

Continua depois da publicidade

Nedel Celulares.
AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.