26.01.2018 às 08:50h - atualizado em 26.01.2018 às 08:59h - Justiça

Acusados de homicídio em Itapiranga são condenados a mais de 60 anos de prisão

Anderson Luís

Por: Anderson Luís Itapiranga - SC

Acusados de homicídio em Itapiranga são condenados a mais de 60 anos de prisão

A comarca de Itapiranga realizou ontem júri popular de quatro jovens.

O julgamento na Sociedade Recreativa Imigrantes teve inicio às 8h30 e terminou às 22h30. Conforme o juiz, Rodrigo Pereira Antunes, foi um dos julgamentos mais longos na comarca.

Os quatro acusados foram condenados por homicídio qualificado, praticado por motivo fútil e por meios que dificultaram a defesa da vítima. Daniel Moraes recebeu sentença de 18 anos, Deivis de Lima foi condenado a 16 anos, Leandro Pedrozo teve pena de 13 anos e quatro meses e Diego de Lima condenado a 12 anos e seis meses.

Todos acusados pela morte de Douglas Machado.

Relembre o caso:

No dia 06 de março de 2016, por volta das 5h da madrugada, nas imediações do Complexo Oktober, os denunciados, residentes em Itapiranga, agrediram Douglas Machado, que era morador de Mondaí.

Conforme a investigação apurou, a vítima participava de uma festa de formatura no Complexo Oktober. Ao sair do local, teve início uma confusão. Quando Douglas Machado e sua esposa se aproximavam do carro, os denunciados iniciaram as agressões com socos, pontapés e um pedaço de madeira.

A vítima foi socorrida e morreu no hospital regional de São Miguel do Oeste. Os acusados, que fugiram depois das agressões, foram presos após investigação da polícia civil. Eles alegaram legítima defesa.

A perícia apontou como causa da morte traumatismo crânio encefálico.

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.