25.05.2018 às 20:55h - atualizado em 26.05.2018 às 07:43h - Greve

Governador descarta uso de forças federais contra protestos de caminhoneiros

Rudinei Heinle

Por: Rudinei Heinle São Miguel do Oeste - SC

Governador descarta uso de forças federais contra protestos de caminhoneiros
Foto: Jeferson Baldo / Divulgação

O governador Pinho Moreira descartou o uso de forças federais em Santa Catarina contra o protesto dos caminhoneiros no estado, que chegou ao 5º dia nesta sexta-feira, 25. No início desta tarde, o presidente Michel Temer anunciou que usaria desse recurso para desobstruir estradas e pediu para que os governadores fizessem o mesmo.

"Santa Catarina não precisa. Não vamos usar, não vamos solicitar", disse Moreira em entrevista coletiva concedida na tarde desta sexta-feira,25, em Florianópolis. O governador declarou que os trabalhos serão feitos pela Polícia Militar.

Durante a entrevista, o governador falou em usar o diálogo com os manifestantes para negociar a passagem de materiais essenciais. Moratelli enumerou como "transporte de extrema necessidade" o encaminhamento aos municípios de combustível para a saúde e segurança pública, gás a hospitais, ração animal e medicamentos.

O secretário da Defesa Civil afirmou que, até 17h45, os caminhoneiros protestavam em 164 pontos de estradas no estado. Havia só um ponto de bloqueio, mas que o local deve ser liberado em breve.

Em Santa Catarina, 254 dos 295 municípios relataram problemas de abastecimento de combustíveis. Como houve picos de demanda nos postos de combustíveis e supermercados, isso dificultou que o estado pudesse estocar esses insumos.

O secretário acredita que durante o final de semana haverá diminuição da intensidade do movimento grevista. Porém, caso esse cenário continue, poderá haver problemas no transporte escolar na segunda-feira, 28.

Sobre escoltas para transportar os materiais essenciais, o secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira, afirmou que foram feitas em torno de 16. Porém, o governo disse que nem todas serão divulgadas.

Fonte: G1

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.