25.04.2018 às 08:25h - atualizado em 25.04.2018 às 08:26h - Geral

Câmara presta homenagem pela passagem do Dia Nacional dos Escoteiros

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Câmara presta homenagem pela passagem do Dia Nacional dos Escoteiros
Tiarajú Goldschmidt/Câmara de Vereadores

Continua depois da publicidade

A Câmara de São Miguel do Oeste prestou homenagem, nesta terça-feira, 24, aos grupos de escoteiros do município pela passagem do Dia Nacional dos Escoteiros e pelos relevantes serviços prestados em prol da educação de crianças, adolescentes e jovens. A moção foi proposta por 11 vereadores e foi entregue à diretora presidente do Grupo de Escoteiros Atalaia, Eliane de Souza, e à diretora presidente do 27º Grupo de Escoteiros do Ar Júlio Wolf La Salle, Greice Camila Giovanaz.

A moção é de autoria dos vereadores Cláudio Barp (PMDB), Carlos Grassi (PP), Cássio da Silva (PMDB), Everaldo Di Berti (PSD), Gilberto Berté (PMDB), Elias Araújo (PSD), José Giovenardi (PR), Milto Annoni (PR), Odemar Marques (PDT), Vagner Passos (PSD) e Vanirto Conrad (PDT). Eles ressaltam que o Grupo de Escoteiros Atalaia foi fundado em 2000 por iniciativa de um grupo de pessoas que sentiam a necessidade de proporcionar aos jovens uma forma de educação através dos propósitos, objetivos e metodologias implícitos no movimento escoteiro. Nesse período, mais de 1200 jovens e adultos já fizeram parte do grupo. Atualmente, há 72 membros registrados, com idades entre seis e 18 anos, além dos adultos. A entidade é declarada de utilidade pública pela Lei 4.831/2001.

Já o 27º Grupo de Escoteiros do Ar Júlio Wolff La Salle foi fundado em 2011 e conta com as seções Lobinho, formada por crianças entre seis anos e meio e 10 anos e meio de idade, e Escoteiro, formada por jovens de 11 a 14 anos. “O propósito do movimento escoteiro é contribuir para que os jovens assumam seu próprio desenvolvimento, especialmente do caráter, ajudando-os a realizar suas plenas potencialidades físicas, intelectuais, sociais, afetivas e espirituais, como cidadãos responsáveis, participativos e úteis em suas comunidades, conforme definido pelo seu projeto educativo”, justificam os autores da moção.

Fonte: Tiarajú Goldschmidt/Câmara de Vereadores

Continua depois da publicidade

Nedel Celulares.
AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Mais notícias

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.