25.02.2018 às 08:33h - atualizado em 25.02.2018 às 21:11h - Esportes

Chapecoense recebe o Concórdia para manter bom rendimento defensivo

Marcos de Lima

Por: Marcos de Lima São Miguel do Oeste - SC

Chapecoense recebe o Concórdia para manter bom rendimento defensivo
ARTE

A Chapecoense é disparada a melhor defesa do Campeonato Catarinense com apenas dois gols sofridos no primeiro turno, contra oito da segunda melhor zaga, o Figueirense. Na classificação, porém, as posições se invertem. O Furacão lidera o Estadual, com 21 pontos, enquanto a Chape é a vice-líder, com 20 pontos. Mas o goleiro Jandrei, que fará sua oitava partida neste domingo, às 17h, contra o Concórdia, na Arena Condá, ainda não levou gol.

É que nas duas partidas em que a defesa da Chapecoense foi vazada - derrota por 1 a 0 para o Hercílio Luz e vitória por 2 a 1 diante do Tubarão -, o Verdão atuou com um time reserva. Jandrei comemora 630 minutos sem levar gol, sem contar os acréscimos. Mesmo se contar os dois gols sofridos na Libertadores, diante do Nacional, do Uruguai, o desempenho já é bem melhor do que no ano passado, quando levou 63 gols em 52 jogos. Destes, sete foram no Catarinense, pelo Tubarão, em sete jogos. Média de um por partida.

No Estadual do ano passado, o goleiro foi contratado praticamente como o terceiro reserva e nem chegou a ser apresentado na época. O titular era Artur Moraes e o reserva imediato era Elias. Jandrei ganhou a primeira oportunidade na estreia do Campeonato Brasileiro, diante do Corinthians, no Itaquerão. Foi bem no empate por 1 a 1, no jogo seguinte fechou o gol diante do Palmeiras e não saiu mais do time.

No final do ano passado, teve seu contrato renovado com a Chapecoense até 2021, com valorização salarial. E iniciou o ano com bom desempenho, auxiliado pela solidez do sistema defensivo do Verdão. Graças à manutenção de uma base do ano passado. Dos titulares da defesa, ele saiu apenas o lateral-esquerdo Reinaldo, que foi substituído por Bruno Pacheco.

- Deu liga. Eu cheguei e já tinha uma base, vamos dizer assim. Como o Gilson deixa bem claro é uma equipe aguerrida, uma equipe guerreira que sem a bola marca muito e com a bola a gente sabe que tem qualidade e pode surpreender os adversários. Então, fica assim mais fácil para a gente que está chegando pois tem uma base montada – afirmou.

O zagueiro Rafael Thyere, do Grêmio, agregou qualidade ao setor. Os volantes Moisés Ribeiro, Amaral, Canteros e Lucas Mineiro foram mantidos. E o ataque, com o combativo Wellington Paulista, continua ajudando na marcação.

A Chapecoense conta com a volta de Amaral, que cumpriu suspensão contra o Avaí, para defender a meta de do goleiro da Chapecoense. Moisés Ribeiro segue fora, por lesão.

Já para tentar acabar com a invencibilidade de Jandrei, o Concórdia conta com o retorno do atacante Elton Martins, que já marcou quatro gols no Catarinense. No primeiro jogo, em Concórdia, a Chapecoense venceu por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

TRANSMISSÃO:

A Peperi transmite o clássico da linguiça a partir das 16h30 com narração de Roger Moura reportagem de Marcos de Lima e plantão Rudinei Heinle.

CHAPECOENSE X CONCÓRDIA

CHAPECOENSE
Jandrei; Apodi, Fabrício Bruno, Rafael Thyere e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo e Nason (Canteros); Arthur Caike, Wellington Paulista e Guilherme. Técnico: Gilson Kleina.

CONCÓRDIA
Carlos; Zeca, Márcio, Rafael Lacerda e Ramon; Lucas, Gelson, Andrei Alba (Igor) e Flávio (Cleiton); Vinícius Baiano e Elton Martins. Técnico: Mauro Ovelha.

ARBITRAGEM: Célio Amorim, auxiliado por Neuza Inês Back e Clair Dapper.
DATA E HORA: domingo, 25, às 17h.
LOCAL: Arena Condá, em Chapecó.

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.