cresol mobile

23.12.2019 às 10:49h - atualizado em 23.12.2019 às 13:21h - Geral

Maior fluxo de Argentinos na região deve ocorrer a partir de dois de janeiro

João Bresolin

Por: João Bresolin São Miguel do Oeste - SC

Maior fluxo de Argentinos na região deve ocorrer a partir de dois de janeiro

Continua depois da publicidade

O Posto de Controle Migratório instalado em Paraíso retomou as atividades nesta segunda-feira, 23. A informação é do delegado de Polícia Federal de Dionísio Cerqueira, Márcio Anater. De acordo com ele, o atendimento foi retomado por ordem da Superintendência do órgão.

Conforme ele, a data de retomada das atividades já estava definida desde a sua paralisação, ocorrida no final do mês de junho deste ano. Segundo Anater, o índice de argentinos que atravessam a fronteira nesse período do ano é muito baixo, porém mesmo assim a equipe já está pronta para atender as pessoas que passarem pelo Posto de Paraíso a partir de hoje.

O delegado afirmou que o movimento mais intenso de turistas argentinos deve ocorrer a partir do dia dois de janeiro do ano que vem. Ele destacou que apenas após essa data o fluxo deve aumentar consideravelmente.

Ele disse que nessa última semana do ano, profissionais vindos de Dionísio Cerqueira e Chapecó devem atuar no Posto Migratório de Paraíso. Anater ressaltou ainda que o principal ponto de passagem dos turistas continua sendo Dionísio Cerqueira. Ele disse que aproximadamente dois terços dos argentinos que vêm para o Brasil são atendidos em Dionísio Cerqueira.

O delegado da Polícia Federal de Dionísio Cerqueira, Márcio Anater, comentou que os turistas ainda preferem a entrada no Brasil via Dionísio Cerqueira visto que o atendimento naquele posto ocorre 24 horas por dia. Ele lembrou que em Paraíso o atendimento ocorre apenas em 12 horas do dia.

Ele revelou que o custo é alto para manter o posto de Paraíso aberto o ano todo. Anater foi questionado pelo nossa reportagem sobre as falas dos prefeitos da região no sentido de que deixar o posto funcionando o ano todo traria mais turistas para os municípios próximos.

O delegado questionou essa teoria e declarou que a passagem de argentinos fora da temporada não é tão intensa como a divulgada pelas lideranças políticas da região.

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.