Publicidade

23.05.2018 às 10:49h - atualizado em 23.05.2018 às 10:52h - Greve

Setcom afirma que governo está mais sensível a reivindicação dos caminhoneiros

Joana Reichert

Por: Joana Reichert Iporã do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Setcom afirma que governo está mais sensível a reivindicação dos caminhoneiros

Continua depois da publicidade

De acordo com o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Oeste e Meio Oeste Catarinense, Ederson Vendrame, o que se percebe nas rodovias é que são bem poucos caminhões trafegando, o que mostra que os motoristas realmente aderiram a grave e estão mantendo os veículos parados nas garagens de suas casas, empresas, postos ou alguns pontos de paralisação em todo o país.

Nesta terça-feira, 22, pelo período de duas, apenas cinco caminhões trafegaram pela BR 153 em Concórdia, que é corredor do Mercosul.

Ederson Vendrame afirma que a principal reivindicação é o preço do combustível, sendo que nesta terça-feira o governo sinalizou a retirada do CIDE sobre o combustível do óleo diesel, mas é uma redução insignificante de R$ 05,00 na bomba.

O presidente do Setcom tem confirmada uma reunião com o secretário Nacional de Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis, João Vicente, nesta quinta-feira, 24, em Brasília para negociar a pauta de reivindicação dos caminhoneiros.

Ederson Vendrame afirma que a preocupação é com o deslocamento até a capital federal, porque os aeroportos já sofrem com a falta de combustível.

O presidente afirma que já na sexta-feira, 18, da semana passada o sindicato passou a orientar os motoristas a aderirem a greve, mas de forma pacífica, deixando os caminhões parados nas garagens, sem bloqueio de rodovia, deixando livre o tráfego de cargas vivas e de mantimentos animais, e sem oferecer risco a segurança. Vendrame diz a expectativa é que a situação se resolva o quanto antes, porque toda sociedade é prejudicada com a falta de produtos. Ele considera que o governo está mais sensível, já se mobilizou com encontros e está aberto para negociação.

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.