23.01.2018 às 14:28h - atualizado em 23.01.2018 às 21:46h - Saúde

Secretaria de Saúde orienta quanto à coleta de taturanas para produção de soro

Joana Reichert

Por: Joana Reichert Iporã do Oeste - SC

Secretaria de Saúde orienta quanto à coleta de taturanas para produção de soro

A responsável pelo setor da vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde de Descanso, Edilene Lorenski, explica que assim como nos anos anteriores, neste ano, novamente as famílias estão sendo orientadas, através dos agentes comunitários de saúde, quanto ao perigo do contágio com a taturana “lonomia”.

Edilene ressalta que os munícipes podem ligar para a Secretaria informando quando taturanas forem encontradas, e na medida do possível, a coleta será feita.

Após a coleta, a taturana é encaminhada para um centro de referência em Florianópolis e depois encaminhada ao Butantã, onde é feito o soro usado para o tratamento no caso do contágio com a lagarta.

Edilene Lorenski lembra que para a coleta a Secretaria de Saúde de Descanso necessita pelo menos 30 ou mais lagartas, levando em conta que durante o transporte algumas podem morrer ou serem danificadas, o que impede a coleta do soro.

A responsável pelo setor da vigilância epidemiológica explica que o soro é extraído dos espinhos na parte superior da taturana, e toda população é beneficiada caso haja a necessidade do uso desse soro, que fica centralizado no hospital regional de São Miguel do Oeste.

Por isso, a orientação é que a secretaria seja comunicada caso taturanas sejam encontradas, para a devida recolha e coleta do soro.

Ela ressalta que uma das principais formas de prevenir o contato com a lagarta é efetuar a pintura das árvores com cal, até uma certa altura, para identificar a taturana, já que ela possui a coloração semelhante ao do troco das plantas, onde fica em colônias.

Mesmo que o contato com a taturana seja mínimo, a orientação é procurar imediatamente o atendimento médico.

A taturana é de cor marrom, possui listras brancas e espinhos verdes. Ela geralmente é encontrada nos troncos das árvores durante o dia, já que a noite se alimenta das folhas no topo da planta. No local onde a taturana permanece é possível também identificar uma grande quantia de fezes. Outra dica para diferenciar a taturana é que, diferente das outras lagartas, ela não tem cheiro.

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.