22.05.2018 às 09:02h - atualizado em 22.05.2018 às 09:15h - Geral

Sessão da Câmara de Cedro foi a mais extensa de 2018

Ivan Guilherme

Por: Ivan Guilherme São José do Cedro - SC

Continua depois da publicidade

Sessão da Câmara de Cedro foi a mais extensa de 2018

Continua depois da publicidade

Deu entrada no legislativo de São José do Cedro um projeto da administração, um projeto legislativo e requerimentos da suplente de vereadora Sebastiana de Souza Santos.

O plenário continha ainda alunos da Unoesc do curso de Agronomia, funcionários públicos e proprietários de um loteamento.

O proprietário de mais de 5 mil metros quadrados do loteamento, usou a palavra e relatou que o loteamento tem uma área de mais de 7 mil metros quadrados, e o mesmo está interditado pelo Ministério Público. Mesmo com a interdição do MP, alguns lotes foram vendidos e os proprietários realizaram a construção de casas. Segundo o proprietário Airton Gasperin, na sua área de mais de 5 mil metros quarados, não tem casa construída, e mesmo assim como está junto do loteamento, sua área também foi embargada pela MP. O mesmo falou que foi comunicado pela vigilância, para realizar a limpeza do local e que não pode entrar porque os moradores não deixam. Airton Gasperin pede ajuda aos vereadores e que isso seja resolvido.

Ainda estiveram presentes, funcionários municipais, cobrando que os vereadores cobrem da administração uma posição referente à carga horária, sendo que tem horários de 40 e 44 horas semanas, e eles esperam que isso seja igualado.

Também se fizeram presentes alunos do curso de agronomia da Unoesc, falando de seu curso e pedindo que o líder do governo, vereador Volnei Dallo, relatasse os trabalhos que são realizados pelo município aos agricultores. A sessão durou mais de duas horas e meia na noite de ontem, dia 21.

Foto(s): Ivan Guilherme/Portal Peperi

Continua depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Mais notícias

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.