Publicidade

20.11.2018 às 17:51h - atualizado em 20.11.2018 às 21:24h - Política

STF autoriza Procuradoria a analisar informações bancárias relacionadas a Aécio no exterior

Bruna Hohensee

Por: Bruna Hohensee São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou, nesta terça-feira, 20, a Procuradoria Geral da República a realizar, em até 60 dias, novas diligências em um inquérito sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Dentre essas diligências está a autorização para investigação de informações bancárias no exterior relacionadas ao senador e obtidas por meio de um acordo de cooperação firmado em agosto de 2017 pela PGR com autoridades do Principado de Liechtenstein, na Europa.

O inquérito investiga suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro em Furnas e chegou a ser arquivado pelo ministro Gilmar Mendes. A Procuradoria Geral da República, porém, recorreu ao Supremo em agosto.

Na prática, a decisão desta terça-feira permite o exame, pela PGR, de documentos obtidos por meio do acordo com Liechtenstein, o que não era possível com o arquivamento do inquérito.

Ainda de acordo com a Procuradoria, a cooperação internacional abriu uma nova linha investigativa efetiva e que não foi adotada pela Polícia Federal, "trazendo informações relevantes e até então inéditas nos autos".


Fonte: G1

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.