20.01.2018 às 13:22h - atualizado em 20.01.2018 às 13:25h - Educação

Educação busca alternativa para crianças fora das creches

Marcos Meller

Por: Marcos Meller São Miguel do Oeste - SC

Educação busca alternativa para crianças fora das creches
ASCOM / Prefeitura de São Miguel do Oeste

O município de São Miguel do Oeste começou 2018 com um problema que vem desde o ano passado: a falta de vagas nas creches da rede pública. Em entrevista para a Peperi, a secretária de Educação, Rosani Pelissari, disse que o município tem cerca de mil 180 crianças matriculadas e um fila de espera de pelo menos 70 alunos. Ela disse que não há como atender os pedidos e não existe capacidade físicas para matricular mais crianças nas creches. A secretaria abriu um novo prazo para inscrições em dezembro e os novos pedidos foram essa lista de espera.

A saída para a falta de vagas nas creches é a construção de novas salas ou novas unidades de ensino. De acordo com a secretária de Educação, Rosani Pelissari, o município está em busca de recursos para a construção de novos espaços nos bairros São Sebastiao e Agostini e na instalação de uma nova creche no centro. Há cerca de cinco anos, a secretaria alugou algumas salas no colégio Peperi para atender a demanda por creche. Rosani disse que essa pode ser uma alternativa também para este momento.

As aulas na rede municipal de ensino começam no dia 19 de fevereiro. Neste ano, as escolas devem receber três mil 850 alunos, cerca de 60 a mais do que no ano letivo de 2017. A secretaria de Educação, Rosani Pelissari disse que os professores retornam aos trabalhos no final de janeiro. A exemplo de ano anteriores, a prefeitura fará a contratação de professores em caráter temporário a partir de fevereiro. Ela garantiu que não haverá falta de professores em nenhuma disciplina.

- OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA.

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.