cresol mobile

19.06.2020 às 07:58h - atualizado em 19.06.2020 às 08:59h - Geral

Escola Básica Cedrense e Sintraf realizam campanha para arrecadação de mantimentos

Ivan Guilherme

Por: Ivan Guilherme São José do Cedro - SC

Escola Básica Cedrense e Sintraf realizam campanha para arrecadação de mantimentos

Continua depois da publicidade

O objetivo é doar produtos para alunos carentes, cujos pais perderam o emprego e encontram dificuldade em alimentar as famílias. A Rádio Cedro conversou com a assessora de direção da escola, Denise Angeli que detalhou que o “Cedrense Solidário” visa arrecadar alimentos perecíveis e não perecíveis, além de produtos de higiene e limpeza.

A escola está aberta nas segundas, quartas e sextas à tarde para coleta dos donativos. A seleção dos beneficiados será avaliada pela equipe escolar, e conforme a quantidade, o setor social também será atendido.

A orientadora, Marli Delgado revela que a ideia surgiu em conversas entre os professores, já que estão sendo entregues os kits da merenda do governo. Segundo ela a intenção foi ampliar a campanha buscando parceria com a sociedade e comércio. Já a professora Simone Trevisol afirma que alguns alunos relataram as necessidades que estão passando. Segundo ela, a missão vai além de ensinar, mas sim, ajudar.

Com isso além do colégio, outras entidades como os agricultores estão ajudando na arrecadação e na doação de produtos para estudantes. O presidente do Sintraf, Arnélio Nadim afirma que a Fetraf está desde abril ajudando em campanhas e já fez doação de produtos da agricultura familiar como os legumes, frutas, hortaliças, ovos e leite para o Cras, visando ampliar as cestas básicas.

Agora o sindicato e as mulheres camponesas estão ajudando a escola a conseguir juntar principalmente comida para repassar aos estudantes que até então tinham a principal alimentação nas escolas. Alguns deles ficavam em período integram por três dias por semana.

Existem vários pontos para entrega como lojas, na escola, Sintraf e nas rádios do município de SJC. Nadim percebe que nos últimos dias a sociedade foi solidária com as pessoas atingidas pelo tornado. Ele pede que, dentro do possível, também haja engajamento para ajudar moradores locais. O presidente avalia que é muito melhor ajudar, do que precisar ser ajudado.

Fonte: Kelly Figueiró / Portal Peperi

Foto(s): Ivan Guilherme/Portal Peperi

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.