cresol mobile

18.07.2020 às 11:55h - atualizado em 18.07.2020 às 13:28h - Educação

CNA Jovem abre inscrições para nova etapa de capacitação

Anderson Luís

Por: Anderson Luís Itapiranga - SC

CNA Jovem abre inscrições para nova etapa de capacitação

Continua depois da publicidade

Programa tem foco no desenvolvimento de jovens líderes do agro. É voltado para brasileiros com espírito de liderança, com idade entre 22 e 30 anos, formação técnica ou superior e relação direta com o setor rural. O Programa CNA Jovem está com inscrições abertas pelo site cnajovem.org.br.

Conforme a produtora rural de Itapiranga, engenheira agrônoma Carine Babick, a capacitação desenvolve aspectos pessoais e profissionais. Ela foi vencedora das etapas estadual e nacional do ano passado e relata grandes benefícios em participar do CNA Jovem, onde teve acesso de forma gratuita à profissionais e conteúdos variados e importantes para a vida.

A rede de contatos aumentou exponencialmente e hoje as ações feitas em Itapiranga refletem em pessoas do Brasil inteiro, dentro e fora da Rede CNA Jovem.

Ela destaca apoio do Sindicato de Produtores Rurais de Itapiranga e à FAESC durante e depois do Programa CNA Jovem. Destaca que foi a primeira vez que Santa Catarina conquistou o prêmio máximo do programa CNA Jovem Nacional, desenvolvido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil.

A engenheira agrônoma Carine Babick, representou o Sindicato dos Produtores Rurais de Itapiranga e o Sistema Faesc/Senar no evento. O programa oferece quatro meses de atividades intensas com encontros presenciais.

Ela foi três vezes campeã: como líder de grupo, melhor projeto em equipe e individual com o projeto conectando experiências. As inscrições devem ser feitas durante o mês de julho. O CNA Jovem tem como objetivo formar e preparar lideranças para os desafios do setor agropecuário brasileiro.

Empreendimento turístico Sabores da Roça teve impacto positivo pela capacitação do CNA Jovem. A família Babick, possui propriedade agrícola na comunidade de linha Rickia, em Itapiranga.

A engenheira agrônoma ressalta que o aprendizado obtido no programa teve reflexo nas inovações e aproveitamento das belezas naturais. Ela relata que os visitantes possuem oportunidade de uma tarde ou dia para reviver, reaprender ou então aprender sobre a rotina da roça.

São disponibilizadas trilha próximo a um riacho, passeios com carreta agrícola e convívio com rotina agrícola, com aves, peixes, produção de leite e as belezas do interior. Carine ressalta que faz parte do projeto turístico Caminhos da Fronteira que visa fortalecer o turismo rural e o agro turismo.

Ela também salienta que o produtor rural preserva o meio ambiente e produz alimentos.

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.