Publicidade

18.03.2018 às 18:08h - Esportes

Chapecoense vence o Tubarão e fica mais perto da final do Catarinense

Marcos de Lima

Por: Marcos de Lima São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Chapecoense vence o Tubarão e fica mais perto da final do Catarinense
Foto: Guilherme Hahn / Especial

Continua depois da publicidade

A cada rodada que passa, a Chapecoense faz mais jus ao status de único time do Estado a participar da elite do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo, 18, o Verdão foi soberano mais uma vez. Venceu com tranquilidade o Tubarão por 2 a 0, no Sul do Estado, e deu mais um grande passo na missão de garantir presença na decisão do Catarinense.

A vitória foi construída já no primeiro tempo, quando foi para o intervalo com 2 a 0 a favor. Mas a vantagem não teria sido tão grande se a arbitragem não tivesse equivocadamente anulado o gol feito pelo Peixe aos 35 minutos. Com 33 pontos e na primeira colocação, o Verdão volta a campo na quarta-feira, 21, às 19h30, para receber o Hercílio Luz com chances de se confirmar na final.

O jogo

Diante de um adversário em crescimento e sem perder nas últimas sete rodadas do Estadual, a Chape entrou em campo encarando o Peixe de igual para igual. E a seriedade fez a qualidade técnica dos visitantes se sobressair.

Aos 13 minutos da partida, Canavesio afastou errado a bola e Vinícius Freitas, da entrada da área, soltou a bomba que Belliato espalmou mal para Guilherme, sozinho, só ter o trabalho de empurrar para a rede: 1 a 0.

O prejuízo do Tubarão ficou maior aos 23, quando Jaílton derrubou Osman dentro da área. Com tranquilidade, Wellington Paulista deslocou o goleiro e ampliou.

Depois de David Batista acertar a trave, Marcos Vinícius pegou o rebote e descontou aos 35. No entanto, a arbitragem anotou, equivocadamente, impedimento e anulou o gol que poderia incendiar o Peixe na segunda etapa.

Na volta do intervalo, o Tubarão tentou a pressão para cima da Chape, mas sem obter grande sucesso. Assim, Jandrei ampliou para 12 a marca de número de jogos sem sofrer gol na atual edição do Estadual. Nas únicas vezes em que a zaga verde foi vazada na competição, Elias era o goleiro, já que os titulares estavam sendo poupados para a disputa da Pré-Libertadores.

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.