cresol mobile

17.09.2020 às 07:32h - atualizado em 17.09.2020 às 12:19h - Geral

Fetaesc aponta aumento de benefícios rurais negados pelo INSS

Marcos Meller

Por: Marcos Meller São Miguel do Oeste - SC

Fetaesc aponta aumento de benefícios rurais negados pelo INSS

Continua depois da publicidade

A Federação dos trabalhadores da agricultura começou o mês com uma grande preocupação: o aumento do número de benefícios rurais negados pelo INSS. De acordo com presidente da Fetaesc, Valter Dresch, a entidade já vinha denunciando esse problema há muito tempo, mas a questão se agravou durante a pandemia do coronavírus.

Ele participou do Peperi Entrevista da última terça-feira, 15, e destacou que houve um aumento expressivo de indeferimentos, especialmente de auxílio-doença. Dresch disse que essa situação que se torna ainda mais alarmante na medida em que os segurados especiais historicamente já enfrentam inúmeras dificuldades quanto aos serviços prestados pelo INSS. Por isso, a Fetaesc intensificou a cobrança por uma resposta mais rápida para os pedidos de benefícios encaminhados pelos agricultores.

De acordo com Valter Dresch a portaria que define a antecipação do pagamento do auxílio-doença no valor de um salário mínimo mensal até que o segurado possa realizar a perícia médica não resolveu o problema dos agricultores que buscam o INSS. Segundo ele, poucos beneficiários rurais conseguiram obter essa antecipação.

Ele disse que existe uma insegurança muito grande entre os agricultores, já que o auxílio-doença requerido seja indeferido automaticamente sem uma análise adequada dos documentos anexados ao processo para fins de comprovação do exercício da atividade rural. Dresch também citou que a reabertura das agências, mas ainda sem as perícias médicas aumenta a preocupação dos agricultores.

Valter Dresch comentou ainda que o problema que envolve o indeferimento de benefícios para os agricultores, como o auxílio doença, tem uma consequência grave não só para as famílias que vivem no campo. Ele disse que o aumento de pedidos negados, inclusive de aposentadorias rurais, pode ter um impacto negativo para o setor e também para a economia dos pequenos municípios.

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.