16.01.2018 às 19:37h - Política

Renan Calheiros vê julgamento de Lula com temeridade: Podem condenar sem provas

Marcos de Lima

Por: Marcos de Lima São Miguel do Oeste - SC

Renan Calheiros vê julgamento de Lula com temeridade: Podem condenar sem provas
Foto: Moreira Mariz / Agência Senado / CP Memória

O senador Renan Calheiros declarou estar temeroso com o julgamento do ex-presidente Lula no próximo dia 24 na sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. Em entrevista ao programa Esfera Pública, da Rádio Guaíba, Calheiros disse que o Judiciário não deveria interferir de forma tão grande no processo eleitoral.

"Eu vejo com temeridade, como boa parte da sociedade brasileira. Pois, uma turma de desembargadores pode confirmar uma decisão que se forjou sem provas por convicção da 1ª instância". O peemedebista se refere à condenação imposta pelo juiz Sérgio Moro - 9 anos e meio de prisão no caso do triplex do Guarujá.

Renan destacou que a sentença pode afastar das eleições o candidato que, segundo ele, éo preferido pela maioria dos brasileiros para presidir o Brasil nos próximos quatro anos.

"Se o Lula for candidato, votarei nele independente das alianças que o PMDB possa vir a fazer". A declaração do senador Renan Calheiros, um dos políticos mais habilidosos do cenário nacional, pode, num primeiro momento, causar espanto. Afinal de contas, ele faz parte do partido do presidente Michel Temer, adversário político do Partido dos Trabalhadores. Mas, ele mesmo, faz questão de esclarecer:

"O povo brasileiro e em especial o de Alagoas (terra natal do senador) reconhece no presidente Lula aquele que avançou nos programas sociais, fez investimentos e melhorou a vida dos brasileiros mais necessitados. Eu tive a oportunidade de ser presidente do Congresso por mais de uma vez durante os governos do ex-presidente e tive uma relação direta com Lula nos projetos como Bolsa-Família e reajuste do salário mínimo, participei ativamente do governo".

Críticas ao governo Temer

Temer faz um governo errado. Ele priorizou a recessão da economia e tem massacrado os brasileiros mais pobres. Comemorar inflação abaixo da meta em cima da recessão é equivocado. É preciso fazer o Brasil crescer novamente e melhorar a vida do povo.

Expulsão do PMDB

Não discuto essa possibilidade. Eu não quero me mudar do PMDB, eu quero mudar o PMDB.

Lava Jato

Supremo já arquivou 6 denúncias contra mim e irá arquivar todas as outras, pois nunca cometi nenhum crime.

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.