14.11.2018 às 11:52h - atualizado em 14.11.2018 às 13:57h - Política

Temer analisará o reajuste para ministros do STF até dia 28

Bruna Hohensee

Por: Bruna Hohensee São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

O presidente Michel Temer disse, nesta quarta-feira,14, que está analisando com "muito cuidado" o projeto de reajuste salarial para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e que ainda vai decidir se vetará ou sancionará o texto.

O reajuste foi aprovado pelo Senado na semana passada. Pelo texto, os subsídios dos ministros passariam dos atuais R$ R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil.

O tema causa incômodo em setores do governo que defendem maior rigor com as contas públicas. O argumento é que o salário de ministros do Supremo serve de baliza para outras categorias. Portanto, o reajuste geraria um "efeito cascata".

Na semana passada, após o texto ser aprovado no Congresso, o presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que via o aumento de gastos com preocupação. Bolsonaro disse que não era o “momento” de se ampliar despesas.

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, também, na última semana, afirmou que o reajuste nos salários dos ministros do Supremo será compensado com o fim do auxílio-moradia para magistrados.

Fonte: G1

Continua depois da publicidade

Advocacia Fávero
AL Contabilidade

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.