Polícia

13.07.2018 às 08:57h - atualizado em 13.07.2018 às 10:43h - Polícia

Lideranças de São José do Cedro reivindicam reformas na delegacia

Kelly Figueiró

Por: Kelly Figueiró São José do Cedro - SC

Lideranças de São José do Cedro reivindicam reformas na delegacia

Uma comitiva formada por representantes do legislativo esteve na semana passada visitando a delegacia, localizada na rua Padre Aurélio.

O objetivo foi conversar com os agentes da Polícia Civil e para verificar o estado das instalações do prédio público que demanda de uma reforma urgente.

Segundo o presidente da Câmara, Cláudio Wartha a construção é recente, já passou por melhorias há pouco tempo, e novamente apresenta problemas nas estruturas. Ele revela que no local há fissuras, rachaduras nas paredes, infiltrações, móveis e espaços danificados por estarem sem ventilação e muita umidade.

Conforme Claudio, isso vem comprometendo a qualidade do atendimento prestado às pessoas. Conforme ele, vários prédios públicos apresentam problemas parecidos devido a execução da obra, que muitas vezes é feita de má qualidade para baratear os custos das empreiteiras.

Além disso, a delegacia de Cedro é usada com central regional de flagrantes. O presidente da câmara, Claudio Wartha, lembra que no local também ocorrem plantões atendendo Princesa, Guarujá do Sul, Dionísio Cerqueira, Palma Sola, Anchieta e Romelândia à noite, finais de semana e em feriados. Ele comenta que desde 2015 as lideranças vêm encaminhando relatórios para tentar sensibilizar órgãos estaduais, mas, até agora, nenhuma providência foi tomada.

Diante disso, a bancada da situação, composta por Wartha, Isoldi Will, Clovis Scalco, Volnei Dallo, Inacir Gonçalves, Marcia Demossi, e da posição, Com João De Andrade, Ironi Fedrizzi, e Flávio Dos Santos assinaram um documento pedindo que o Estado efetue as melhorias.

Wartha sugeriu que o documento seja enviado para a Secretaria de Segurança Pública, para o gabinete do Governador e para os deputados da Alesc. Ele afirma que a administração do prefeito, Plínio de Castro, também está reforçando o mesmo pedido.

O delegado, Sandro Zancanaro, o qual responde pela comarca de São José do Cedro, confirmou a situação levantada no legislativo. O prédio que está localizado na Rua Padre Aurélio possui 14 anos, sendo que já passou por reparos.

O delegado garante que a parte da frente, onde é prestado o atendimento à população, há segurança, apesar de infiltrações. Segundo ele, como a delegacia é usada à noite e nos finais semana para os plantões da Polícia Civil na região, houve alguns consertos emergenciais no telhado, mas, os problemas se agravam. Zancanaro esclarece que a parte de trás da delegacia, onde era feito o trabalho de investigação, está interditada.

As Obras na delegacia estão orçadas em R$ 250 mil. Esse valor foi estimado no ano passado a partir de uma análise do engenheiro da regional. Ele explica que já existe inclusive projeto elaborado para essa finalidade. Ele afirma que o local interditado poderia abrigar até três salas, além do arquivo de documentos, melhorando o atendimento e acomodação dos agentes.

Zancanaro percebe que hoje em dia a recepção é pequena, fazendo com que a população, por várias vezes, precise aguardar o atendimento do lado de fora da delegacia.

Foto(s): Ivan Guilherme / Portal Peperi

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.