Polícia

Publicidade

13.02.2018 às 09:39h - atualizado em 13.02.2018 às 09:42h - Polícia

Polícia Federal deve pedir mais tempo para continuar investigação sobre Temer

João Bresolin

Por: João Bresolin São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Polícia Federal deve pedir mais tempo para continuar investigação sobre Temer

Continua depois da publicidade

A Polícia Federal deverá pedir a prorrogação do prazo de um inquérito no qual o presidente Michel Temer é suspeito de beneficiar a empresa Rodrimar na renovação de concessões no Porto de Santos, num decreto editado em maio do ano passado.

O prazo termina no próximo dia 20, mas de acordo com investigadores, apesar de a apuração ter avançado, ainda é preciso esclarecer alguns pontos, há diligências em andamento, e várias outras pendentes.

Recentemente, peritos da Polícia Federal sugeriram ao delegado responsável que peça a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico dos investigados, inclusive de Temer. Além disso, depois do carnaval, o ex-diretor da J&F Ricardo Saud e um dos donos da empresa, Joesley Batista vão prestar depoimento e a expectativa é que eles revelem outros detalhes do caso.

A renovação do prazo e a autorização para medidas como a quebra de sigilos dependem do relator do inquérito no Supremo Tribunal Federal, ministro, Luís Roberto Barroso.

O inquérito foi aberto em maio do ano passado com base na delação premiada de Joesley e Saud, onde telefonemas gravados com autorização do STF mostraram auxiliares de Temer conversando sobre o decreto, entre eles, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, famoso por ter sido flagrado com a mala de R$ 500 mil entregue pela J&F.

Fonte: G1

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.