12.12.2018 às 07:32h - atualizado em 12.12.2018 às 09:23h - Geral

Vereadores apelam pela manutenção do polo da Universidade Aberta do Brasil

Marcos de Lima

Por: Marcos de Lima São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Vereadores apelam pela manutenção do polo da Universidade Aberta do Brasil
Tiaraju / Portal Peperi

Continua depois da publicidade

Os 13 vereadores de São Miguel do Oeste apresentaram nesta terça-feira,11, uma moção de apelo solicitando ao governador eleito de Santa Catarina que seja mantido o polo da Universidade Aberta do Brasil em São Miguel do Oeste. Os vereadores ressaltam que devido à previsão de extinção das Agências de Desenvolvimento Regional, que em São Miguel do Oeste é mantenedora do polo da UAB, há insegurança quanto à manutenção futura desses espaços de educação.

Em São Miguel do Oeste estão em andamento os cursos de graduação em Pedagogia e Administração Pública, ambos pela Udesc; Especialização em Gestão Pública Municipal, oferecido pela UNB; e especializações em Mídias na Educação e em Saúde, Proeja e Complementação Pedagógica, todos oferecidos pelo IFSC. Já para 2019 estão aprovados os cursos de graduação em Biblioteconomia e em Administração Pública, pela Udesc; Especialização em Gestão em Saúde, pelo IFSC; e Ensino Integrado de Filosofia, História, Geografia e Sociologia, pelo IFSC. Todos os cursos são gratuitos e oferecidos na modalidade à distância. O polo da UAB atualmente funciona no Colégio Jaldyr Bhering Faustino da Silva, no Bairro São Gotardo.

Em São Miguel do Oeste o polo foi instalado em 2009 e atende os moradores de municípios da Ameosc e Amerios. "Várias turmas já concluíram cursos, realizando formaturas com muita emoção e brilhantismo, em que os formandos e familiares demonstraram muita gratidão pela oportunidade de estudar em uma universidade pública, uma vez que o ensino privado é de alto custo e, assim, não é acessível a toda a população", ressaltam os vereadores.

"Solicitamos encarecidamente que, ao menos até que os acadêmicos com formação em andamento concluam os respectivos cursos, não seja rompido o convênio com a Universidade Aberta do Brasil. Os acadêmicos não podem ser penalizados pela falta de recursos do Estado de Santa Catarina. Eles têm o direito de concluir, sem prejuízos, os cursos em andamento", justificam, ressaltando que há a possibilidade de a Gered de São Miguel do Oeste passar a ser a mantenedora do polo no caso da extinção da ADR se concretizar. O pedido será enviado ao governador eleito, Carlos Moisés da Silva, à vice-governadora eleita, Daniela Reinehr, a dirigentes do PSL e a deputados estaduais da região.

Fonte: Câmara de Vereadores

Continua depois da publicidade

Advocacia Fávero
AL Contabilidade

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.