Publicidade

12.11.2018 às 07:42h - atualizado em 12.11.2018 às 09:53h - Política

Moro diz que ministro que sofrer denúncia consistente de corrupção deve ser afastado

Bruna Hohensee

Por: Bruna Hohensee São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

Futuro ministro da Justiça e da Segurança Pública, o juiz federal Sérgio Moro afirmou em entrevista exclusiva ao Fantástico, neste domingo, 11, que se caso algum integrante do primeiro escalão da gestão Jair Bolsonaro for acusado de se envolver em corrupção, deve ser afastado "se a denúncia for consistente".

Moro também foi indagado sobre o que foi decisivo para aceitar o convite de Bolsonaro para comandar o Ministério da Justiça. Para ingressar no primeiro escalão, Moro vai ter que abrir mão de uma carreira de 22 anos na magistratura.

"O grande motivador dessa aceitação do convite foi a oportunidade de ir a Brasília numa posição de poder elevada de ministro da Justiça e poder implementar, com essa posição, uma agenda anticorrupção e uma agenda anticrime organizado que não se encontram ao alcance de um juiz de Curitiba, mas podem estar ao alcance de um ministro em Brasília", contou Moro.

Moro disse que conversou com dois amigos, com pessoas experientes e também com a família antes de aceitar o convite de Bolsonaro. Segundo ele, os conselhos foram diferenciados. "Alguns me recomendaram que não, outros me recomendaram que sim", disse o juiz.

Fonte: G1

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Nedel Celulares.
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.