12.06.2019 às 15:28h - atualizado em 13.06.2019 às 09:59h - Trânsito

Rotativo completa um ano com aumento da taxa de ocupação das vagas

Marcos Meller

Por: Marcos Meller São Miguel do Oeste - SC

Rotativo completa um ano com aumento da taxa de ocupação das vagas
Maria Eduarda Barbosa / Portal Peperi

Continua depois da publicidade

O estacionamento rotativo completou um ano em São Miguel do Oeste. Depois de um longo período marcado por debates e polêmicas, o município implantou o sistema com o objetivo de resolver o problema da falta de vagas no centro da cidade. A prefeitura encomendou um estudo técnico que apontou para esse caminho. O debate foi então para a câmara de vereadores que aprovou o projeto e, em 11 de junho de 2018, o município colocou o estacionamento rotativo para funcionar. De acordo com o gestor do Estacionamento Digital, Junior De Oliveira, o modelo foi marcado por discussões e resistências no começo, mas agora tudo parece pacificado.

Os resultados do primeiro ano do estacionamento rotativo são positivos na avaliação do gestor. Junior De Oliveira esteve no Peperi Entrevista de terça-feira, 11, e disse que a taxa média de ocupação das vagas já chega a 35%. Junior ressaltou que a zona azul tem picos de ocupação de 45%. Ele disse que o índice ainda é baixo, mas está crescendo.

A forma mais usada para a alocação das vagas do estacionamento rotativo é o aplicativo de telefone celular. De acordo com o gestor, houve um aumento do uso dos parquímetros, mas o APP é usado pela maioria dos motoristas. Junior citou que o rotativo tem 2 mil vagas que são monitoradas por uma equipe de 21 agentes. Ele disse que a equipe é suficiente para a demanda. Ele comentou que não existe previsão de ampliação das ruas com cobrança e nem projeção de alteração dos valores. Atualmente, a hora do rotativo é de dois reais para carros de passeio e um real para motos.

"O estacionamento rotativo melhorou o trânsito no centro da cidade", comenta o comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar de Fronteira, Marcelo De Wallau. Ele explica que a redução de veículos estacionados no centro diminuiu as áreas poluídas visualmente, já que as laterais das ruas não estão mais completamente ocupadas. Dessa forma, o campo visual dos motoristas é maior, o que reduz o risco de acidentes. Na visão de Wallau, o rotativo deixou o trânsito mais seguro e com mais fluidez.

- OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA.

Foto(s): Maria Eduarda Barbosa / Portal Peperi

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.