cresol mobile

12.05.2020 às 11:29h - atualizado em 13.05.2020 às 16:09h - Justiça

Estelionatários que aplicam "golpe do juiz" fazem vítima em Campo Erê

Márcia Macoski

Por: Márcia Macoski Campo Erê - SC

Estelionatários que aplicam "golpe do juiz" fazem vítima em Campo Erê
Foto: Ascom/Fórum

Continua depois da publicidade

Dois órgãos públicos da comarca de Campo Erê, foram alvo do golpe que estelionatários estão aplicando em todo o Estado e que utiliza a figura do juiz como "isca" para ludibriar suas vítimas. Os criminosos usam nomes falsos para se apresentar como juízes e dizem que precisam de alguém de confiança para servir de motorista.

O contato inicial ocorre junto a órgãos públicos, que repassam nomes de profissionais da região. Depois em nova ligação para a pessoa indicada, o golpista alega que depositou quantia maior do que a combinada e pede reembolso do valor extra.

Uma pessoa indicada em Campo Erê chegou a depositar R$ 700 como estorno ao estelionatário. Foi feito um boletim de ocorrência.

A Câmara de Vereadores também foi procurada, mas a presidente da Casa entrou em contato com o fórum para saber se havia realmente um magistrado com o nome repassado e então logo constatou que se tratava de um golpe.

O mesmo aconteceu com a Prefeitura de Santa Terezinha do Progresso.

A vítima só percebe que foi enganada quando comparece ao fórum para ser ressarcida e percebe que o suposto magistrado não existe.

O Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional do Tribunal de Justiça de Santa Catarina identificou, em setembro do ano passado, a prática de um golpe envolvendo o Poder Judiciário, o que motivou a orientação a todas as comarcas sobre a prática.

A orientação é para que as vítimas registrem boletim de ocorrência na Polícia Civil local e, sempre que possível, encaminhem as informações ao Núcleo para que a equipe especializada possa monitorar os casos.

Fonte: Ascom

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.