12.05.2018 às 13:33h - atualizado em 12.05.2018 às 13:33h - Educação

Professores do estado vão paralisar atividades no dia 22

Marcos Meller

Por: Marcos Meller São Miguel do Oeste - SC

Professores do estado vão paralisar atividades no dia 22
Divulgação / PORTAL PEPERI

Os professores da rede estadual participaram nesta quinta-feira, 10, da assembleia Geral do Sinte em Florianópolis. Os educadores avaliaram a campanha salarial e a falta de acordo com o governo em relação aos quatro principais pontos da pauta. O sindicato dos trabalhadores em Educação pediu o reajuste de 6,81 % do piso nacional, os 10% de aumento fruto da descompactação da tabela e mais 100% de aumento do vale alimentação. Além disso, o Sinte também quer a aplicação da lei que anistia as faltas do magistério a partir de 2012. Segundo o coordenador da entidade, Aldoir Kraemmer, a assembleia foi positiva e com boa participação dos professores.

O Sinte não tem nenhuma garantia efetiva de que os pontos da pauta encaminhaao governo serão atendidos, nem mesmo os 10% de aumento da descompactação da tabela previstos em lei. De acordo com o coordenador do Sinte, Aldoir Kraemer, existem rumores de que o estado vai suspender a correção em razão dos cortes promovidos por Eduardo Pinho Moreira. Além disso, o sindicato está preocupado com o não cumprimento da lei que prevê o abono das faltas. Kraemmer disse que os pontos mais difíceis são o reajuste do piso nacional e o aumento do vale alimentação.

A principal deliberação da assembleia do Sinte é um dia de paralisação geral do magistério no dia 22 deste mês. A informação é do coordenador do sindicato, Aldoir Kraemmer, os professores não irão para a sala de aula se o governo não atender, pelo menos, dois dos quatro pedidos. Ele explicou que os professores já começaram a discutir na assembleia a possibilidade do movimento avançar para a greve geral.

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.