11.09.2019 às 16:20h - atualizado em 11.09.2019 às 15:29h - Trânsito

Número de motoristas que buscam pela reciclagem após a perda da CNH cresce na região

Kelly Figueiró

Por: Kelly Figueiró São José do Cedro - SC

Número de motoristas que buscam pela reciclagem após a perda da CNH cresce na região

Continua depois da publicidade

Várias ações da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar constatam inúmeros flagrantes do crime de embriaguez ao volante, que tem como uma das penalidades a apreensão da Carteira Nacional de Habilitação. Conforme a diretora de ensino de autoescola Emanueli Ferrari, não apenas em SJCedro, mas outros município também vêm registrando um aumento significativo de motoristas que buscam pelos cursos de reciclagem devido à apreensão ou perda da CNH em operações da polícia.

Cerca de 70% deles são devido ao crime de embriaguez ao volante, 20% são os que excederam o limite de pontos somados e 10% correspondem aos que transitam com veículos com a categoria da carteira diferente da autorizada.

Emanueli revela que uma portaria do Detran mudou os procedimentos para reciclagem. Além de curso, o motorista também precisa prestar uma prova junto ao órgão. Ela esclarece que os procedimentos são diferentes para cada situação. Quando o documento é cassado, é preciso fazer um reinício de processo com cerca de 80% das etapas iniciais de estudo, provas e testes.

A diretora de ensino orienta que os motoristas tenham sempre o endereço atualizado junto ao Detran, pois a divergência de dados gera transtornos. Ela explica que o endereço informado nas autoescolas, despachantes ou durante a renovação da carteira, nos Detrans, fica no banco de dados. As notificações ou multas são remetidas para este local. No entanto, há uma série de casos em que os condutores se mudaram, não receberam a multa e devido à falta de regularização também tiveram a CNH suspensa.

Continua depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.