11.01.2019 às 08:27h - atualizado em 11.01.2019 às 09:43h - Agricultura

Produtores iniciam classificação do fumo, última etapa antes da venda

Joana Reichert

Por: Joana Reichert Iporã do Oeste - SC

Produtores iniciam classificação do fumo, última etapa antes da venda

Continua depois da publicidade

Jaimir Miqueloto é produtor de fumo de linha Iratim, comunidade de Iporã do Oeste, que se destaca na atividade e que possui grande número de famílias fumicultoras. A família cultivou aproximadamente 150 mil pés de fumo da variedade burley.

Conforme o produtor, o clima foi favorável no período da colheita, nos meses de novembro e dezembro, e agora a expectativa é pelo preço.

Miqueloto explica que optou pelo cultivo do fumo em função de a atividade ser lucrativa, pela pouca disponibilidade e pelas características da área de terra disponível na propriedade. Ele enfatiza que a principal vantagem é que o cultivo pode ocorrer mesmo em pouca área de terra, gerando lucro ao produtor.

Assim como na atividade leiteira, o fumicultor comenta que o pagamento pela arroba de fumo é feito também pela qualidade do produto.

No momento os produtores se dedicam à classificação do fumo, que varia entre três ou mais classes de folhas. O valor da arroba varia de R$ 80 a R$ 140, com pouca variação de preços entre uma empresa e outra.

O plantio, a colheita e a classificação final do fumo são manuais, mas o restante do trabalho, como o preparo da terra, é feito na propriedade com trator, o que o agricultor avalia que facilitou muito o trabalho em função da pouca mão de obra.

Foto(s): Jornei de Souza

Continua depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.