Publicidade

09.11.2018 às 14:14h - atualizado em 09.11.2018 às 17:18h - Justiça

Justiça condena ex-prefeito e ex-secretário de Santa Helena a devolverem mais de R$ 40 mil

Jornei de Souza

Por: Jornei de Souza Iporã do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

A Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Santa Helena, Gilberto Giordano, e o ex-secretário de Saúde, José Ciconi, a devolverem R$ 43.925,50 aos cofres públicos. A suspeita é que eles tenham desviado verba pública da Saúde para parentes e conhecidos consultarem em médicos da rede privada. Segundo a decisão, publicada em 1º de novembro, os dois também devem ter os bens bloqueados até o valor de R$140 mil e a suspensão dos direitos políticos por cinco anos.

Os desvios teriam ocorrido entre 2009 e 2011. Na lista de provas relacionadas pelo Ministério Público Federal (MPF) estão desde procedimentos de saúde na área de oncologia e quimioterapia, com valor estimado em mais de R$ 7 mil, até avaliações ortopédicas de R$100. São mais de 40 procedimentos relacionados como prova e depoimentos de dezenas de pessoas que teriam informado sobre a mediação do prefeito e do secretário para conseguirem benefícios na rede privada. O MPF e a Justiça Federal entenderam que algumas pessoas do município eram beneficiadas por afinidade política, ligação partidária e parentesco. Com isso, a ação constatou atos de improbidade administrativa.

O advogado dos réus, Alcides Hofer, informou para a reportagem da Rádio Oeste que no momento não quer se manifestar sobre o assunto. O advogado apenas disse que esta é uma decisão em primeira instância da qual ainda cabe recurso ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Fonte: G1 SC/Portal Peperi

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.