09.04.2018 às 18:08h - atualizado em 10.04.2018 às 08:34h - Geral

Setor de Água de Itapiranga realiza limpeza dos reservatórios

Diógenes Di Domenico

Por: Diógenes Di Domenico Itapiranga - SC

Continua depois da publicidade

Setor de Água de Itapiranga realiza limpeza dos reservatórios

Continua depois da publicidade

O Setor de Água e Esgoto do município de Itapiranga inicia nesta segunda-feira,09, a limpeza e desinfecção dos reservatórios de água, ao todo são mais de 200 reservatórios, devido ao sistema de abastecimento ser amplo, pois distribui água tratada em todo seu território. Segundo a Engenheira Fernanda Casagrande, responsável pelo tratamento de água de Itapiranga, o município dispõe de cinco Estações de Tratamento de Água, uma na cidade, e as demais estações no interior.

O sistema de abastecimento de água atente praticamente 100 % da população, rural e urbana. Nessa segunda-feira, a limpeza e desinfecção teve início na Estação de Tratamento localizada em Linha Glória, podendo haver falta de água nas localidades de Linha Glória, Aparecida e Linha Becker. Posteriormente serão higienizados os reservatórios que compõe as estações de tratamento de Linha Conceição, São Sebastião, Centro da Cidade e finalizando com a estação e reservatórios de Linha Sede Capela

Conforme a Engenheira, a água destinada ao consumo humano deve obedecer aos Padrões de Potabilidade da Água estabelecidos na Portaria n°2.914, do Ministério da Saúde, que determina as características de qualidade físicas, organoléticas, químicas e bacteriológicas para água potável através da fixação dos Valores Máximos Permissíveis. A água potável é a água que pode ser consumida por pessoas e animais a qual não possua substâncias toxicas e sem riscos de adquirir doenças veiculadas hidricamente. O tratamento de água visa reduzir a concentração de poluentes até o ponto em que não apresentem risco para a saúde pública, a limpeza precisa ser rotineira a cada seis meses ou em casos de contaminação no reservatório, uma vez que ocorre a falta de limpeza de reservatórios de água potável, podem desenvolver -se algumas bactérias que provocam doenças, tais como diarreia, hepatite, leptospirose, entre outras. É fundamental também nas residências estar atento à sua limpeza e conservação entre um período de seis meses, no mínimo.

Após o processo de tratamento, na Estação de Tratamento, a distribuição de água à população se dá totalmente livre de impurezas, mas ao chegar até o consumidor final, a água fica em outro local de armazenamento, nas caixas de água, que devem ser lavadas e desinfetadas a cada seis meses, segundo leis vigentes. Os reservatórios devem ser bem vedados impedindo a entrada de pequenos animais e sujeiras, bem como a formação de lodos nas paredes e consequentemente o desenvolvimento de bactérias.

A limpeza e desinfecção de reservatórios de água potável são desenvolvidas em etapas que devem ser respeitas estritamente. Primeiramente, o fluxo de água deve ser interrompido, sendo necessário o fechamento dos registros. Após isso, toda a água presente no reservatório deve ser consumida, de forma que não haja desperdício de recursos hídricos. O processo de limpeza consiste na retirada de qualquer sujidade que por ventura possa se encontrar nos interiores dos reservatórios e caixas de água. Para a limpeza, ocorre a escovação manual das paredes, tetos e piso dos reservatórios para remover toda crosta remanescente. Posterior a limpeza utiliza-se uma solução de desinfetante com ação de descontaminação bacteriológica e após o tempo de contato do agente desinfetante realize-se o reabastecimento dos reservatórios.

Caso sejam solicitados, os certificados de limpeza e desinfecção se encontram junto ao Setor de Água e Esgoto do município, bem como os laudos de exame bacteriológico e físico-químico da água, juntamente com os laudos que apontam o monitoramento de substâncias orgânicas e inorgânicas, monitoramento de agrotóxicos, monitoramento de radioatividade, do padrão organoléptico além dos laudos de produtos secundários da desinfecção e analises diárias da qualidade da água, sendo que a qualidade da água consumida nos lares influencia diretamente na saúde da população.

Fonte: Setor de Águas Itapiranga

Foto(s): Setor de Águas Itapiranga

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.