Polícia

08.09.2018 às 23:22h - atualizado em 09.09.2018 às 00:45h - Polícia

Após ataque a Bolsonaro, PF aumenta segurança dos candidatos à presidência

João Bresolin

Por: João Bresolin São Miguel do Oeste - SC

Após ataque a Bolsonaro, PF aumenta segurança dos candidatos à presidência

O diretor da Polícia Federal, Rogério Galloro, confirmou que a escolta de policiais federais para os candidatos a presidente da República deve aumentar de 21 para até 25 policiais para cada um.

Segundo a assessoria da PF, a distribuição do efetivo, por dia, será pensada conforme a agenda dos candidatos.

Em reunião com representantes de partidos políticos, foram reafirmados os critérios de atuação, as orientações e os protocolos adotados pela PF.

Em nota divulgada após a reunião, a Polícia Federal diz que o encontro foi marcado "em decorrência da elevação do nível de alerta provocado por evento crítico no decorrer da campanha", em uma referência ao ataque sofrido pelo candidato do PSL, Jair Bolsonaro.

Participaram do encontro representantes dos candidatos Álvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB). Nenhum representante do PSL compareceu à reunião.

De acordo com a assessoria da PF, desde o início da campanha, todos os presidenciáveis têm à disposição uma equipe de agentes integrados ao pessoal de segurança da campanha, mas só esses pediram o apoio.

Fonte: DC

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.