Polícia

08.02.2018 às 16:52h - atualizado em 08.02.2018 às 20:25h - Polícia

VÍDEO: Quadrilha presa em Campo Erê é transferida para Xanxerê

Márcia Macoski

Por: Márcia Macoski Campo Erê - SC

VÍDEO: Quadrilha presa em Campo Erê é transferida para Xanxerê

A operação contou com apoio de policiais civis da Dic/Fron das delegacias de Campo Erê, São Lourenço do Oeste, Maravilha e Quilombo, policiais militares de Campo Erê, Marmeleiro, da Rotam de Francisco Beltrão/PR e da aeronave do Saer/Fron com base em Chapecó.policiais civis da Dic/Fron das delegacias de Campo Erê, São Lourenço do Oeste, Maravilha e Quilombo, policiais militares de Campo Erê, Marmeleiro, da Rotam de Francisco Beltrão PR e da aeronave do Saer/Fron com base em Chapecó.

Os seis presos que faziam parte de uma Associação criminosa de alta periculosidade, detidos em Campo Erê numa grande operação que iniciou ainda na noite desta quarta-feira, 07, foram levados ao presídio de Xanxerê na tarde desta quinta-feira, 08.

A Polícia Civil, através da DIC - Divisão de Investigação Criminal de São Lourenço do Oeste abordou alguns veículos no trevo das SCs 305 e 160 que ligam Campo Erê a Saltinho. Eles já estavam sendo monitorados pela Dic há algum tempo e as investigações apuraram que os bandidos estavam se preparando para agir em Campo Erê. Durante abordagem seis foram presos e um fugiu. Os detidos são suspeitos de praticar crimes nos três Estados do Sul.

Associação criminosa é especializada, e é suspeita de ter praticado mais de 20 assaltos nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Três dos detidos possuem passagens pela polícia.

A equipe de resgate do Serviço Aero Policial de Fronteira esteve em Campo Erê, auxiliando nas buscas pelo foragido. Durante boa parte da manhã um helicóptero sobrevoou a cidade na tentativa de localizar o bandido considerado altamente perigoso, que fugiu do cerco policial.

A Polícia apreende alguns materiais e veículos da quadrilha. Além de alguns veículos usados pelos criminosos, a polícia apreendeu materiais, roupas, armas e máscaras que seriam utilizados num assalto que planejavam em Campo Erê. Ação rápida da Dic e Polícias Civil e Militar foi fundamental para evitar que mais um crime acontecesse no município.

Conforme o delegado da Dic Eduardo Mattos, o papel da comunidade, é essencial para a captura do bandido que segue foragido. Todos serão indiciados por organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo. Segundo as investigações a quadrilha costumava agir em assaltos em residências com reféns.

As autoridades continuam em alerta e qualquer informação pode ser repassada para Polícia mais próxima.


Foto(s): Márcia Macoski e Jonas Frozza / Portal Peperi

Comentar pelo Facebook

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.