cresol mobile

07.07.2020 às 15:16h - Economia

Itapiranga é destaque no movimento agropecuário

Anderson Luís

Por: Anderson Luís Itapiranga - SC

Itapiranga é destaque no movimento agropecuário

Continua depois da publicidade

A correta emissão de notas de compra e venda de produtor rural está entre os fatores que elevam o movimento econômico agropecuário de Itapiranga.

O secretário de Agricultura, Herwald Trebien elogia a postura dos agricultores que fazem sua parte registram as movimentações financeiras. Ele salienta que o município se destaca na suinocultura, avicultura e pecuária leiteira e por consequência tem o maior movimento econômico e a maior movimentação agropecuária, com R$ 440 milhões em 2019.

O secretário destaca ainda o valor agregado que proporciona montantes ainda superiores fortalecendo uma grande cadeia do agronegócio com as cooperativas, agroindústrias de abate de suínos e aves. Ele chama atenção para o movimento gerado também por duas fábricas de rações da Cooper A1 e da JBS.

Lembra que o movimento econômico não é a arrecadação que o município terá, porém exerce influência positiva. Ele aponta o agronegócio com maior importância neste período de pandemia que provoca queda acentuada no retorno de ICMS e afeta drasticamente a arrecadação dos municípios.

Herwald lamenta apenas o aumento no custo de produção no setor agrícola. Com a alta do dólar os produtores rurais são impactados na compra de insumos para o plantio da próxima safra. O município também sofre este efeito, principalmente em um dos principais programas de incentivo a produção que é o de Melhoramento Genético. Com a importação do sêmen, o custo aumentou de maneira considerável nos últimos meses. Reforça que todos os programas de auxílio aos agricultores estão mantidos.

O secretário lembra que o movimento econômico dos municípios representa, de forma geral, as vendas das empresas e da produção agropecuária. O secretário destaca ainda o consumo de energia elétrica, serviços de telecomunicações e da produção primária. Essas atividades promovem a geração de riqueza e a consequente criação de valor adicionado na economia. O secretário diz que é preciso ficar atento ao custo de produção para ter lucro na atividade desenvolvida e por isso o município faz sua parte em programas de auxilio.

Tribien informa ainda que o programa Lei dos Créditos mantém o pagamento regular aos agricultores conforme estabelecido pelo movimento no bloco de produtor rural. O valor pago este ano será de R$ 1,4 milhão.

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.