Polícia

Publicidade

04.12.2018 às 10:57h - atualizado em 04.12.2018 às 16:31h - Polícia

Operação do Gaeco busca integrantes de facções criminosas em 15 Estados

Kelly Figueiró

Por: Kelly Figueiró São José do Cedro - SC

Continua depois da publicidade

Operação do Gaeco busca integrantes de facções criminosas em 15 Estados

Continua depois da publicidade

O Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas – Gaeco, criado para combater o crime organizado no país, coordena uma megaoperação contra integrantes de facções criminosas em 15 unidades da federação nesta terça-feira, 04. Dez Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público participam da operação.

A ação cumpre 266 mandados de prisão e 203 de busca e apreensão no Acre, Alagoas, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Até as 9h40 não havia sido divulgado o número de pessoas presas.

Os alvos são integrantes das facções criminosas: Primeiro Comando da Capital (PCC), de origem paulista, as cariocas Comando Vermelho (CV), Terceiro Comando Puro (TCP) e Amigo dos Amigos (ADA), a capixaba Primeiro Comando de Vitória (PCV) e a paraibana OKAIDA RB, uma dissidência da OKAIDA.

De acordo com o subprocurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Luiz Sarrubbo, os mandados de prisão e de busca e apreensão estão sendo cumpridos em imóveis e comércios onde pessoas ligadas ao PCC atuam criminosamente. “Os detidos serão indiciados por lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e organização criminosa”, falou Sarrubbo. “Eles serão levados depois para unidades prisionais”.

Segundo Sarrubbo, como o PCC atua principalmente com o tráfico de drogas, um dos objetivos da ação é desarticular as finanças da facção.

OESTE

Segundo o Ministério Público, a investigação durou cerca de quatro meses e foi conduzida pela Promotoria de Segurança Pública de Chapecó. Durante a investigação, foram identificados dezenas de faccionados que atuam no estado, inclusive dentro de unidades prisionais.

Ao todo foram 130 mandados de prisão e também de busca e apreensão emitidos. Foram 52 mandados de prisão e outros 52 mandados de busca e apreensão cumpridos em Santa Catarina.

Equipes do Gaeco também cumpriram mandados em Chapecó, inclusive dentro da Penitenciária e Presídio Regional da cidade. Em Chapecó foram 14 mandados de prisão cumpridos e outros 14 mandados de busca e apreensão.

Em Santa Catarina são 66 mandados de prisão e 64 mandados de buscas nas cidades de Chapecó, Capinzal, Joinville, Florianópolis, São Pedro De Alcântara, Itajaí, Campo Erê e São Cristóvão o Sul.

Fonte: G1 / Diário do Iguaçu

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade

AL Contabilidade
Advocacia Fávero

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.