Polícia

04.12.2018 às 10:57h - atualizado em 04.12.2018 às 16:31h - Polícia

Operação do Gaeco busca integrantes de facções criminosas em 15 Estados

Kelly Figueiró

Por: Kelly Figueiró São José do Cedro - SC

Operação do Gaeco busca integrantes de facções criminosas em 15 Estados

Continua depois da publicidade

O Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas – Gaeco, criado para combater o crime organizado no país, coordena uma megaoperação contra integrantes de facções criminosas em 15 unidades da federação nesta terça-feira, 04. Dez Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público participam da operação.

A ação cumpre 266 mandados de prisão e 203 de busca e apreensão no Acre, Alagoas, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Até as 9h40 não havia sido divulgado o número de pessoas presas.

Os alvos são integrantes das facções criminosas: Primeiro Comando da Capital (PCC), de origem paulista, as cariocas Comando Vermelho (CV), Terceiro Comando Puro (TCP) e Amigo dos Amigos (ADA), a capixaba Primeiro Comando de Vitória (PCV) e a paraibana OKAIDA RB, uma dissidência da OKAIDA.

De acordo com o subprocurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Luiz Sarrubbo, os mandados de prisão e de busca e apreensão estão sendo cumpridos em imóveis e comércios onde pessoas ligadas ao PCC atuam criminosamente. “Os detidos serão indiciados por lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e organização criminosa”, falou Sarrubbo. “Eles serão levados depois para unidades prisionais”.

Segundo Sarrubbo, como o PCC atua principalmente com o tráfico de drogas, um dos objetivos da ação é desarticular as finanças da facção.

OESTE

Segundo o Ministério Público, a investigação durou cerca de quatro meses e foi conduzida pela Promotoria de Segurança Pública de Chapecó. Durante a investigação, foram identificados dezenas de faccionados que atuam no estado, inclusive dentro de unidades prisionais.

Ao todo foram 130 mandados de prisão e também de busca e apreensão emitidos. Foram 52 mandados de prisão e outros 52 mandados de busca e apreensão cumpridos em Santa Catarina.

Equipes do Gaeco também cumpriram mandados em Chapecó, inclusive dentro da Penitenciária e Presídio Regional da cidade. Em Chapecó foram 14 mandados de prisão cumpridos e outros 14 mandados de busca e apreensão.

Em Santa Catarina são 66 mandados de prisão e 64 mandados de buscas nas cidades de Chapecó, Capinzal, Joinville, Florianópolis, São Pedro De Alcântara, Itajaí, Campo Erê e São Cristóvão o Sul.

Fonte: G1 / Diário do Iguaçu

Continua depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.