04.05.2018 às 09:57h - atualizado em 04.05.2018 às 11:38h - Meio Ambiente

Falta de chuva deixa Rio Uruguai com baixo nível de água

Diógenes Di Domenico

Por: Diógenes Di Domenico Itapiranga - SC

Continua depois da publicidade

Falta de chuva deixa Rio Uruguai com baixo nível de água

Continua depois da publicidade

Pescadores e pessoas que realizam navegação no Rio Uruguai e afluentes estão preocupados devido ao baixo nível de água e por consequência o aparecimento de pedras que podem causar acidentes. Ainda é considerado aceitável para as medições, pois nessa quinta-feira,03, a régua que estabelece a cota de nível registra 0,80 cm, em Itapiranga, o que não causa problemas para as captações de água. Os pescadores mais experientes conhecem os canais, mas visitantes correm riscos.

De acordo com a Epagri/Ciram, em decorrência da falta de chuva na região alguns rios que desaguam no Uruguai estão muito abaixo do normal. Mas devem se normalizar até o fim do mês com chuvas que podem chegar de 70 a 130 milímetros na região Oeste.

Na região de Itapiranga, muito se fala que o nível do rio é controlado pela barragem do Foz do Chapecó. Onde a usina liberaria mais água durante a semana, e estocaria nos finais de semana, o que mudaria o nível em até 80 centímetros. O jornalismo da Rádio Itapiranga entrou em contado com a direção da empresa que emitiu uma nota.

Nota Foz do Chapecó

O nível do rio Uruguai se deve à falta de chuva na região. De acordo com dados da Epagri/Ciram, o volume de chuva no mês de abril foi abaixo da média. A previsão era de 100 mm para abril, mas o volume foi cerca de 75 mm no Extremo Oeste. A usina faz parte do Sistema Interligado Nacional e, assim, segue as regras do Operador Nacional do Sistema (ONS), que gerencia a operação de todas as usinas hidrelétricas no País. Informações do site da ONS, mostram que todos os empreendimentos do Rio Uruguai estão com os reservatórios abaixo da média. A usina hidrelétrica Foz do Chapecó é “a fio d’água”, ou seja, foi construída para ter um reservatório mínimo e que não armazena a água. Toda a vazão ou é destinada para a geração de energia elétrica ou segue o curso normal do rio Uruguai.

No site da empresa é possível ver a atualização de hora em hora, onde a vazão vertida não baixa de 075M³/S. Também é possível ver os níveis dos rios da região no site da Epagri na aba Rios On-line

Em fotos registradas na quinta-feira,03, às 13h15min e sexta-feira, 04, 09h15min dá para ver que o nível do rio subiu mesmo sem ter chovido na região. Nos registros da Rádio Itapiranga na quinta-feira, na régua de medição, apontava 0,80 cm e na manhã desta sexta-feira, 1,10m. O Rio Uruguai subiu 0,30 centímetros em menos de 24 horas mesmo sem ocorrência de chuvas.

Fonte: Diógenes Di Domenico e Delmar Cláudio/ Portal Peperi

Foto(s): Diógenes Di Domenico/ Portal Peperi

Continua depois da publicidade

Advocacia Fávero
AL Contabilidade
Nedel Celulares.

Mais notícias

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.