01.10.2019 às 10:27h - atualizado em 01.10.2019 às 11:32h - Geral

Descanso irá sediar seminário sobre autonomia financeira das mulheres e enfrentamento á violência

Joana Reichert

Por: Joana Reichert Iporã do Oeste - SC

Descanso irá sediar seminário sobre autonomia financeira das mulheres e enfrentamento á violência

Continua depois da publicidade

A programação será realizada no dia 18 de outubro. De acordo com a deputada estadual Luciane Carminatti, que está propondo um novo ciclo de seminários em Santa Catarina, em 2017 foram realizados 14 seminários em todas as regiões do estado e desta vez serão mais 12 eventos.

A deputada destaca que o segundo seminário deste ciclo de 2019 será realizado dia 18 de outubro, no clube SAD de Descanso.

Segundo a parlamentar, além de discutir a problemática da violência contra a mulher, o seminário tem como objetivo abordar o tema da importância da geração de renda e da autonomia financeira das mulheres.

Luciane afirma que muitas mulheres estão submetidas à violência por não terem acesso à renda ou pela compreensão cultural de que a mulher apenas complementa a renda e não é responsável pela casa, a família ou as despesas.

O propósito do seminário, conforme a deputada, é estimular as mulheres a se organizarem em grupos, associações e cooperativas com foco na geração de renda. Luciane Carminatti cita que o trabalho que está sendo feito desde 2017 é de mudança de cultura e, por isso, os resultados não são imediatos e, sim, de forma gradativa.

A deputada enaltece que, entre os resultados que já aparecem, são as reuniões com a delegada responsável pela delegacia geral da DPCAM no estado, além da delegada geral da Polícia Civil, para discutir sobre a implantação de delegacias ou unidades de proteção à mulher em municípios menores.

Também se discute a integração da saúde, assistência social e educação para reforçar este trabalho em prol das mulheres violentadas e para que os próprios profissionais sejam capacitados para identificar e saber como agir diante destas situações. Além disso, busca-se o envolvimento de todos, homens e mulheres, na defesa desta causa.

Santa Catarina é o 9º estado do país com maior índice de violência contra a mulher. Dados apontam que por dia uma média de nove mulheres são estupradas no estado. Luciane Carminatti ressalta que muitas mulheres não têm coragem de denunciar devido à proximidade com o agressor.

Conforme a deputada, no estado são 41 mil processos tramitando em segunda instância envolvendo violência doméstica, que é o segundo fator de maior número de processos. A parlamentar considera que são dados que mostram a importância da luta por melhores condições para as mulheres de forma em geral em todo o estado e país.

No dia 18, das 18 às 22 horas, o debate será voltado à cultura da violência contra as mulheres nas músicas e nas atitudes do dia a dia em geral, a organização das mulheres para enfrentar essa problemática, a exemplo das mulheres camponesas, e relatos sobre experiências de mulheres que se organizaram para ter renda.

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.