Publicidade

01.08.2018 às 18:08h - atualizado em 01.08.2018 às 19:54h - Geral

Acusado de matar ex-mulher por asfixia é condenado a 23 anos de prisão

Márcia Macoski

Por: Márcia Macoski Campo Erê - SC

Continua depois da publicidade

Acusado de matar ex-mulher por asfixia é condenado a 23 anos de prisão

Continua depois da publicidade

Jenuir Dal Piva, 57 anos, acusado de matar Elvira Marlene Dal Piva, em setembro de 2017, foi julgado nesta quarta-feira, 01. O crime aconteceu no dia 02 de setembro do ano passado.

De acordo com a polícia, Elvira Marlene, no dia do crime, por volta das 20h estava em sua residência na Rua da Praia, em São Bernardino, quando foi surpreendida pelo suspeito, que desferiu golpes na cabeça da vítima, e apertou seu pescoço até a morte.

Segundo a denúncia, o acusado e a vítima foram casados por 27 anos, e no período do crime estavam separados de fato há dois anos, mas ainda mantinham contato próximo.

O júri popular iniciou por volta das 9h e encerrou por volta das 17h.

Ele foi presidido pelo juiz de direito Valter Junior, na acusação trabalhou o promotor Guilherme Simas e na defesa do réu, o advogado Adilson Raimondi. Ainda na acusação atuou duas advogadas, sendo Poliana Haag e Francieli Walker.

Segundo o promotor, todas as acusações contra o réu que estava preso desde setembro do ano passado, foram acatadas pelo júri. Ele avalia como positivo o julgamento, porém, entende que ela pode ser reduzida, diante recurso da defesa.

Para o advogado de defesa Adilson Raimondi, o resultado não o surpreendeu, pois sabia que o a situação era complicada. Diante da pena, pretende recorrer.

Familiares, amigos e comunidade em geral de São Bernardino fizeram manifestações com cartaz em frente ao fórum.

Continua depois da publicidade

Foto(s): Portal Peperi

Continua depois da publicidade

Advocacia Fávero
AL Contabilidade

Comentários depois da publicidade

Comentários depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.