01.03.2018 às 17:56h - atualizado em 01.03.2018 às 18:46h - Saúde

Paciente desmente falsa acusação em São Miguel do Oeste

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

Continua depois da publicidade

Paciente desmente falsa acusação em São Miguel do Oeste
Divulgação / PORTAL PEPERI

A Secretaria de Saúde de São Miguel do Oeste vem a público se manifestar sobre o teor de um audiovisual divulgado por meio do Facebook, pelo suposto empresário Wanderley Amora, de Balneário Camboriú, no início da tarde desta quinta-feira, 01. Na produção, gravada em frente à prefeitura de São Miguel do Oeste, ele acusa as autoridades e, de forma específica o prefeito Wilson Trevisan, de deixar uma senhora esperando por cirurgia nos joelhos durante nove anos. Amora não é conhecedor da realidade dos fatos, o que acabou sendo confirmado pela própria paciente. A Administração Municipal tomará as medidas judiciais cabíveis contra o suposto empresário, para que a verdade prevaleça.

A VERDADE DOS FATOS

A verdade é que a paciente em questão, Maria Iderli de Bairros, apesar de sofrer problemas nos joelhos há vários anos, não teve a recomendação cirúrgica inicialmente. E foi apenas no dia 22 de dezembro de 2016 que ela teve seu primeiro encaminhamento para Tratamento Fora do Domicílio.

No dia 14 de julho de 2017, ela teve consulta com um especialista no município Itapiranga. Este, por se tratar de um caso de alta complexidade, fez o devido encaminhamento para o Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, para onde a Secretaria Municipal de Saúde de São Miguel do Oeste a transportou para consulta no dia 02 de outubro de 2017, e novamente dois dias depois. Desde esta data, não foi protocolado nenhum encaminhamento médico.

Tão logo a Secretaria de Saúde de São Miguel do Oeste inteirou-se da situação, o secretário Leonir Caron procurou pessoalmente dona Maria de Bairros, e está entrando em contato com os responsáveis pela inclusão de seu nome na lista de espera para cirurgia, em Chapecó.

O prefeito, Wilson Trevisan, acusado injustamente de negligenciar o caso, sequer tinha conhecimento da situação até a presente data, o que foi confirmado em vídeo gravado pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura, com a própria paciente.

Continua depois da publicidade

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.